Beijos de protesto

Os ativista LGBT de Barcelo, Espanha, botaram, literalmente, o Papa para correr. Em 07 de novembro, Acostumado a circular a 10 km/h, o Papamóvel desenvolveu 40 km/h para evitar que o Papa ficasse muito tempo próximo ao protesto à política da Igreja Católica contra os direitos dos homossexuais.

Em sua visita a Barcelona, o Papa Bento XVI encerrou sua viagem de dois dias à Espanha com uma mensagem de condenação ao aborto e um pedido aos Estados para que apóiem as mulheres e os casamentos heterossexuais.

Por ocasião de sua visita a Barcelona, grupos de homossexuais organizaram manifestações na cidade e organizaram um beijaço.

Para Bento XVI, a Espanha necessita de uma reevangelização e após ele criticar o laicismo que existe no país. José Luis Rodríguez Zapatero, ministro espanhol, em breve encontro com o pontífice, destacou que seu Governo reconhece o peso da Igreja Católica, mas garante a liberdade a todos.

Já gostava da Espanha. Madri e Barcelona são encantadoras. Acho que vou me mudar para lá...

Um comentário:

Izáh Gomes disse...

Aii caramba...tem hora que aprece ser fácil ser assumido e tem hora que não.Enquanto muitos aceitam outros não.' Que mundo mais Crazy que vivemos.

NHaa que Blog lidnoo eu Xonei *--*

Postar um comentário