Pregadores Virtuais

Toda vez que entro em um site com alguma notícia sobre homossexualidade, deparo-me com muitos comentários. Era de se esperar que os comentários fossem de pessoas que têm interesse no assunto, ou seja, homossexuais, bissexuais, transexuais etc.

Mas para minha surpresa a maioria das mensagens são trechos da Bíblia, "pragas" contra os homossexuais, mensagens homofóbicas, mas principalmente mensagens evangelizadoras, tentando comprovar por "Paulo + João Batista" que a homossexualidade é algo que não é de Deus, que a Bíblia condena, que ainda temos chance de nos salvar, blablabla.

Hoje não resisti e, ao acessar notícia sobre opinião de Ney Matogrosso de que "O ideal de equilíbrio sexual é a transa com os dois sexos" no portal Terra, deixei mensagenzinha mal criada para esses evangelizadores virtuais, geralmente pessoas bitoladas que se baseiam sempre nas mesmas passagens e as leem sem atualizar seu contexto para a sociedade moderna, baseando-se somente na mensagem passada por pastores e padres ultrapassados.

Uma vez ouvi de um funcionário: "Você não interpreta a Bíblia, a lê" (não com esse português, claro, pois geralmente as pessoas que mais ofendem e agridem nesses comentários apresentam um português sofrível, demonstrando o nível de ignorância desses probres cristãos.

Abaixo, minha resposta aos comentários:

"Reportagens sobre sexualidade são as mais evangelizadoras possíveis. Se esse povo de Igreja condena tanto homossexualidade e bissexualidade por que leem tanto notícias sobre esses assuntos? Curiosidade? Homossexualidade reprimida? Notícias evangelizadoras passo longe! Façam o mesmo, por favor! Somente assim viveremos num mundo como Jesus Cristo pregou: de paz e amor (no sentido de respeito) ao próximo. Releiam as escrituras sem preconceitos e com a visão do Deus é Amor e não na visão do Deus Pai Punidor que vocês tanto pregam."

PS: Esse post está generalizando a situação. Compreendo que existam pessoas ponderadas em qualquer credo. Por favor, não enxerguem como uma forma de preconceito também. Só um questionamento, inclusive para que essas pessoas ponderadas que convivem com os bitolados ajudem a modificar.

5 comentários:

Pensando disse...

Eu não entendo..Falam tanto do amor de Jesus e Deus..mas na hora "H"..a primeira coisa que fazem é disceminar a intolerãncia disfarçada no pensamento do que é normal. O que é normal..o que segue a maioria? O que preza pela perpetuação da espécie? se for a segunda opção..não faz sentido, afinal casais HT não-férteis não é normal?
Bom esse assunto de religião e preconceito..pra mim anda muito junto..eu prefiro a fé..de que um dia esse mude!
Adorei seu Blog!!!

Além de Mim disse...

Ei Rê.

Obrigada por ter comentado, deixado seu depoimento e estar sempre me visitando. Bom, acho que, se vc abriu mão e por dentro esta se sentindo plena, saca? É super válido. Quem ama de verdade, faz exatamente isso que você fez, de coração, e eu admiro isso!

Fica em paz ctg e tudo conspira a teu favor.

Bom fim de semana.

Anônimo disse...

Se não crê, e se tiver coragem, repita isto em voz alta."Quero dirigir-me agora ao único e verdadeiro Deus vivo, Pai no nosso Senhor Jesus Cristo, pela Tua miseicórdia, envia a mim Teu Espírito Santo para abrir os meus olhos para que eu não seja confundido, Amém" Deus te Ama, e nós também.

Renata J. disse...

Confirmando minha teoria, eis o comentário acima. Anônimo, ninguém aqui está discutindo a existência de Deus (deuses ou qualquer outra divindade com o mesmo objetivo). E ninguém também quer ser catequizado, evangelizado etc. Respeito: é somente isso que queremos.

A Esposa disse...

Ai Re...
esses pregadores virtuais...
Outro dia recebi um depoimento de uma mulher que casada com um pastor evangélico que descobriu que ele a está traindo com outro homem. Ela falou que em casa ele é completamente diferente do que é na igreja. tá num dos comentários nesse post aqui

Postar um comentário