"Ninguém chega em casa falando ‘mãe, sou hetero’. Então por que tem que chegar e dizer ‘mãe, sou gay’?" - Maria Gadu, em entrevista à Revista Rolling Stones, informando ter beijado pela primeira vez uma garota aos 15 anos e afirmando que não sabe hoje se é gay ou não.

Em um mundo perfeito ou num futuro não muito distante, que se façam as palavras de Gadu. Um mundo onde o mais importante será a índole e o caráter da pessoa e não com quem ela gosta de dormir. Mas, para Gadu, parabéns pela sinceridade e pela singela abertura nas portas do seu armário. Com o tempo, quem sabe, as portas não se escancaram? (isso vale para você também Luiza Possi. Vocês formam um casal super talentoso! rs)

Um comentário:

Além de Mim disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk, concordo! Luiza e gadu são fofenhassss ^^

Postar um comentário