Eleições chegando e...

Fonte: Cena G

Anthony Garotinho faz campanha anti-gays em eventos religiosos

O pré-candidato ao Governo do Rio, Anthony Garotinho foi acusado de incentivar a homofobia em eventos realizados por todo o estado. Oficialmente, os atos têm caráter religioso, mas na prática servem como palanque para que Garotinho, que é evangélico, fale contra a união homoafetiva e ataque adversários que apoiam a realização de Paradas Gay.

Na última semana, na Baixada Fluminense, Garotinho esteve acompanhado por Emanuel de Albertin, cantor gospel que soltou a pérola: "Se Deus fizesse o homem para casar com homem, não seria Adão e Eva, teria feito Adão e Ivo". O mesmo cantor perguntou aos presentes no palco e à platéia se eram favoráveis à união civil gay. Todos disseram ser contra e Garotinho aproveitou para alfinetar Fernando Gabeira e Sérgio Cabral. "O Gabeira e o Sérgio Cabral são a favor. O governador patrocina Parada Gay em Copacabana", disse.

Silvana Batini, procuradora regional eleitoral do RJ, já anunciou que vai acionar o TRE para impedir que Garotinho continue usando seus eventos para fazer campanha eleitoral antecipada.

Hora de avaliarmos nossos candidatos pelo que eles têm feito também a favor ou contra a comunidade LGBT. Interessante analisar o passado político de cada um e as políticas para os que já exerceram postos como Governadores, Senadores, Deputados etc.

Assim que o tempo permitir, postarei aqui um breve histórico sobre a posição de cada um frente o assunto.

Um comentário:

Michelle Ferreira disse...

É realmente temos que repensar... rever conceitos... analisar criteriosamente.
E depois esse povo diz que ama seu próximo como a si mesmo... ai ai...

Postar um comentário