Sim, meu marido é bissexual

Esse é o nome do blog que venho seguido.
Pelo medo de nos expormos e pela necessidade de sermos aceitos pela sociedade, muitos optam por manterem uma vida dita "normal", ou seja, casar com alguém do sexo oposto, ter filhos etc.
Mas o que ocorre é que, indo contra nossa natureza, acabamos por envolver pessoas inocentes em nossos problemas. Assim, casando-se com um heterossexual e mantendo uma vida secreta, esquecemos que pode-se estar enganando, ofendendo, ferindo um outro ser humano.
E esse blog mostra isso. Casos de pessoas que um dia se depararam com a seguinte frase: "Amor, sou gay/lésbica".

Visitem: http://aesposa.blogspot.com/

122 comentários:

ivannette disse...

passo pelo mesmo drama e ainda não consegui me recuperar eu o amo mas ainda assim sofro tenho vontade de fugir e medo de recomeçar socorro

Renata J. disse...

Ivanette, sugiro que entre no blog de A Esposa, leia o que ela tem postado e troque idéias com ela. Encontrar pessoas com problemas similares pode ser muito bom para resolver os nossos problemas.

Anônimo disse...

Meu marido já me falou que sente atração por homem e que teve um relacionamento rápido com um amigo. Quase o deixei por isso. Mas ele é o tipo paizão, responsável, bom amigo...cativante mesmo. Ele me garante que mesmo achando homem interessante não se vê partindo para a prática.
O pior é que não consigo vê-lo com amizade nenhuma com homens. Fiz de tudo que pude e consegui afastá-lo da maioria de seus amigos do passado mas o pesadelo continua. Ele é super caseiro e só sai pra tomar umas cervejas (umas duas vezes por mês) num barzinho aqui perto de casa...eu fico pra morrer e quando ele chega não consigo nem olhar direito pra ele. Ele fala que assim estou sufocando ... que qualquer hora dessas vai explodir, que não aguenta ser acusado do não faz...dá até vontade de aprontar.
Sei que sou pocessiva...mas realmente acho que estou ezagerando?
No ultimo fim de semana ele me deu um ultimato...ou eu paro com minhas neuroses ou ele sai de casa poruqe sente qua essa "dúvida" minha está me matando e nem eu nem ele estamos conseguindo viver bem.
Nosso filho saiu já saiu de casa e mora sozinho noutra cidade e a possibilidade de ficar sozinha está me destruindo. O que devo fazer?

Renata J. disse...

Anônimo, ele confiou em você lhe contando um segredo que poucos tem coragem de revelar. Ele não te revelou isso para deixa-la nervosa ou estressada e sim para deixar claro que está com você e pretende permanecer assim, pois mesmo sentindo atração por outros homens, prefere não se arriscar.
Não adianta afastá-lo dos amigos, pois se um dia tiver que acontecer, acontecerá, mas você pode evitar isso mostrando-se como ele quer que você se mostre: amiga e confidente.
Acredito que vocês deveriam conversar mais sobre o assunto e tentar descobrir o motivo pelo qual ele não se vê partindo para prática. Muitos homens tem essa curiosidade, experimentam, e descobrem que era somente curiosidade, ou que gostam, mas preferem uma mulher.
Então, sugiro que não o sufoque. Seja companheira e tente entendê-lo e ajudá-lo.
Ele está preferindo ficar com você a tentar uma aventura! Isso não é uma prova de amor?
Se for necessário, busque auxílio especializado com um terapeuta de casal. Ele certamente saberá direcionar um diálogo entre vocês que pode ser que não estejam conseguindo levar sozinhos.

E boa sorte!

Anônimo disse...

Hoje vivo o mesmo dilema...sou casada, no civil, na igreja...tenho filhos e agora vivo com esse fantasma da bissexualidade do meu marido...puxa vida! me contar depois de sete anos?! O que me incomoda não é a bissexualidade, é ter sido enganada, traida, usada...isso é o mais revoltante...mas o pior é saber que ele também é um sociopata...imagina?! me casei com uma biba que é sociopata...to perdida...

Anônimo disse...

Oi passei pelo mesmo problema, decidi continuar e hoje 1 ano depois estou gravida meu filho vai nascer este mês, estou muito feliz com minha gestação, meu marido está um doce um amor porem convivo com o fantasma da desconfiança dia e noite passo meus dias me corroendo morrendo de medo, mas quando ele chega naum digo nada sorrio, mas me sinto morta por dentro so esperando uma recaida gostaria de conversar com você ou alguem que tenha passado pelo mesmo e tenha superado para me ajudar obrigada deixe uma mensagem para podermos partilhar pelo msn

Anônimo disse...

pois eu descobri há 11 anos atras que ele era bie ele me jurou que era a primeira vez. Fomos para a igreja, minhas filhas sofrerão com a gente...etc
conclusão, depois de 11 anos de muita " felicidade" descubro mais uma vez, ele que hj conhece Deus me confessou, fazia isso desde a adolescencia... estou morta por dentro poi hj tenho 47 anos, minha beleza e minha garra nao é a mesma , minhas filhas ja sairam de casa e eu sou obrigadaa ouvirr ainda que ele me ama..o vejo chorar, gritar que me ama e que foi sem carater..quer o perdao de novo.
o pir, ele me ensinou a ama-lo...me reconquistou e eu era até dois meses atras a mulher mais feliz do mundo...
escrevo isso chorando..pois hj ja nao tenho minha mae meu pai é idoso (91) anos e moro numa cidade onde nao conheço ninguem...choro, sofro e quem bateu que me acalenta.
to pensando na minha vida, pois parei de trabalhar para me dedicar às filhas , marido, casa...me realizava ai. juro!
e agora...tenho um marido ativo na minha cama e na rua com homens ( de travestis, a homens aparentemente como ele) inclusive bem casados...esporadicamente ele arrumava um nesses 11 anos, pois familia e afeto ele quer em casa.
foi desabafo de uma mulher que pensa até em se matar
bjus

Anônimo disse...

Gente lendo tudo o que vcs postaram, me faz refletir muito sobre minha vida.Sou casada a um pouco mais de um ano, e meu marido é um amor de pessoa, somos além de companheiro, amante, amigos,e tudo o q uma relação precisa, mas... A uns dois meses atrás em uma de nossas conversar, ele me disse que precisava me contar algo muito sério, e me revelou que havia se relacionado com um homem por três vezes, em quanto namorávamos,no início fiquei curiosa queria saber de tudo, e ele ficou empolgado e foi me contando, que gostou muito, que era ativo e passivo, e que queria fazer mais vezes, mais queria meu consentimento.Pois me amava, mais queria ter uma relação aberta comigo, fazer sem culpa. Nossa...quase morri, foi qndo caiu a ficha,deixou de ser curiosidade e passou a me destruir por dentro.No primeiro dia ainda estava em estado de choque, disse q precisava amadurecer mais a ideia.Mais no fundo eu sabia q essa não era a situação que queria conviver.Depois de dois dias,desabei,chorava muito,e desabafei com ele, que não ia suportar saber que estava se relacionando com outra pessoa, e essa barra não eu ia segurar.Ele ficou super arrasado por está me fazendo sofrer, disse q nenhum momento q me ver sofrer, pediu para eu esquecer o q havia me falado.(Agora me dizem:como esquecer?)Mais o pior é q nem um momento ele me disse iria parar,deixou bem claro que ele gosta de se relacionar com os dois sexo.Ainda estamos juntos. Eu o amo demais, e descobrir a pouco tempo q estou grávida de dois meses, mais penso demais nessa bissexualidade dele, e já tenho em mente que houver mais uma vez, saio q casa, pois não vou conviver com isso, apesar d amá-lo muito.Será q faço certo em continuar com ele, mesmo sabendo que há possibilidades de recaídas? Me ajudem!!!

Pela Fresta disse...

Minha opinião, anônimo: tem gente que vive bem com relação aberta, mas para que isso dê certo tem que haver o consentimento de ambas as partes e pelo jeito não é o caso de vocês, pois você não se sentiu na da confortável com a situação. Vale lembrar que qualquer tipo de infidelidade, "consentida" ou não, deve ser com responsabilidade, ou seja, o parceiro deve se cuidar nas relações. Acho que seria legal você abrir o jogo com ele e falar que não se sente bem com a situação e que ele deveria escolher entre continuar se relacionando com ambos os sexos ou ficar somente com você, haja visto que ele optou pelo casamento.
Apesar de também ser bissexual, para mim há uma grande diferença entre gostar dos dois sexos e fazer sexo com duas pessoas diferentes.
Sugiro que entre no blog http://aesposa.blogspot.com/ para conversar melhor com pessoas que passam por situação similar a sua.
E boa sorte!

Anônimo disse...

bom dia depois de 22 anos de casado revelei a minha esposa que sou bi. já faziamos algumas brincadeiras do tipo fio terra e outras mas até ai só brincadeiras, foi quando revelei a ela que gostaria de um penis de verdade foi quando começamos a ver videos gays, até chegar o ponto de sairmos com um travestir onde eu fui o passivo e ela assistiu tudo.
somos muito felizes isso não mudou em nada a nossa relação, ao contrario acho que hoje somos mais cumplices, mais unidos. ter a mente aberta sem preconceitos facilita muitas coisas.

Anônimo disse...

tenho 25 anos de casada e sei que meu marido é bi. O sentimento que mata por dentro é saber que é farsa, é ter dúvida se realmente amou de verdade uma mulher.... Isso é muito ruim e destruidor por dentro.... Na verdade doi muito e é algo que vai nos destruindo por dentro.... tenho 3 filhas e ele é muito bom para a minha família... Estou cansada desta hist´ria e me cansei em pegar as saidinhas dele... eu cansei de verdade e a vontade é sumir do mundo.... é horrível conviver com isso e n achar uma saída... dia apos dia eu vou pensando no que fazer e ainda n achei a saída....

Anônimo disse...

ANÔNIMA !!!
Bom dia! Entrei nesse site pois necessito de ajuda URGENTE!! Estou quase enlouquecendo. Sou casada há 08 anos, conheci um rapaz na igreja e me casei. Assim q casamos ele começou a contar suas experiências sexuais desde sua infância. Ele não tem pai, sua mãe ia trabalhar, ele ficava com as irmãs, ele me disse q desde criança sempre teve relação sexual com garotos, tanto na casa da sua mãe como em outros locais, me contou com detalhes, e sempre me contava essas coisas na cama quando estávamos em nossos momentos íntimos, eu fingia q estava interessada para ele poder me contar mais, todavia, por dentro estava arruinada, destruída. Na cama, nos nossos momentos de intimidade ele SEMPRE falou em homem, SEMPRE desejou homens em suas relações. Não sei o que fazer, até hoje não tive coragem de contar nada para ninguém, pois na sociedade, amigos, igreja etc, ele é o maior machão, fala até mal dos gays e homossexuais, isso é REVOLTANTE, estou em guerra comigo mesma, não sei o que fazer. As vezes vou dormir e ele fica na internet, sempre vou no "histórico" para ver os sites visitados, mas ultimamente ele está apagando, mas já vi sites de gay. Não tenho dúvidas q meu marido é gay, mas não sei q atitude tomar, como agir, estou MORRENDO, estou SOFRENDO, acreditem, estou até passando mal, estou angustiada, não suporto mais essa situação, mas acreditem, se eu falar alguma coisa, ELE NEGA em virtude da sociedade que o cerca, visto que frequentamos uma religião q prega contra o homossexualismo. Está dificiu, não tenho coragem de puxar esse assunto com ele, mas ele sempre quer me contar alguma coisa.... NOSSA!!! QUANTA AFLIÇÃO!!!!

Pela Fresta disse...

O seu problema não é o seu marido ser bi e sim o fato de ele ser infiel. Ser bissexual somente significa gostar sexualmente de ambos os sexos e não ficar com ambos pessoas do mesmo sexo ao mesmo tempo. Acredito que o melhor é abrir o jogo com ele e dizer que ele deve se decidir, pois se optou pelo casamento e vocês não concensuaram um relacionamento aberto, ou ele é fiel a você ou ele deve optar pela vida que anda tento.

Pela Fresta disse...

Se você realmente ama seu marido, tente conversar com ele abertamente sobre o assunto. Se ele for realmente homossexual, vocês estão em um casamento de aparências que pode levar a infelicidade de ambos e você ainda corre riscos de saúde, já que seu marido certamente não terá um caso fixo para não dar na pinta.
Se ele abriu o jogo com você contando parte da verdade dele, tente conversar.

Anônimo disse...

Obrigada pela ajuda, vou utilizar, neste blog, o nome fictício de "Vitória". Eu, Vitória, vou tentar criar uma oportunidade para conversar com meu esposo sobre sua sexualidade o mais breve possível, pois na verdade, acredito q eu estava na verdade era com "medo" de alguma resposta inesperada, mas estou preparada para o q vier, pois quero mesmo é ser feliz, e bem resolvida sexualmente. Grata!

Pela Fresta disse...

Isso mesmo, Vitória. E ajude seu marido a se resolver também, pois independentemente da decisão dele, será o melhor para ambos. Infelizmente, o blog http://aesposa.blogspot.com/ agora não é mais aberto...
E fique à vontade para postar suas experiências. Sempre ajuda uma outra pessoa. Sucesso!

Anônimo disse...

oii!! pode me chamar de lia,meu marido é cabeleiro, somos casados a 1 ano e meio , amo meu marido, tenho um filho de 4 meses , na verdade ele mesmo tem 3 filhos eu so tenho 1 mesmo .. mas ultimamente ando com duvidas em relaçao a ele.posso estar errada, mas preciso mesmo de conselhos, não consigo falar isso com ninguem. ... meu marido ja teve varios relacionamentos com mulheres, ate tenho ciumes e sou possessiva, talves o problema seja eu mesma sei la... mas num sei algo me diz não. meu marido é meio fechado, assim discreto , mas é carismatico, boa pinta ,mas outro dia fomos numa festa tinha um cara paquerando ele , eu achei estranho e ate monstrei ele para ele, mas ele riu e disse deve ser biba, beleza passou.
meu marido tem um primo , esse primo é casado e tem 4 filhas, meu marido e primo cresceram juntos. eu não gosto desse primo dele, ele é mulherengo , trai a esposa dele, eu não gosto dele ,meu marido adora ele, e´como se fosse irmãos mesmo , mas o engraçado eles tem um turminha de amigos que bebem cervejas nos bares ,mas meu marido gosta de envolver com esse primo. esses dias na cozinha da minha casa esse primo viu meu filho no meu colo e disse: peludo hein ele vai ficar .. fiquei assimm...
na cama com meu marido ele adoro que faço fio terra nele , estranho muito isso , ele não pede pois é muito timido simplesmente quando estamos transamos eu passo a mao na bunda dele, e ele muda a minha mão , sera qu meu marido é bissexual ou é cisma minha .... por favor me respondam

Anônimo disse...

eu vivo um grande sofrimento des de abril,eu com ciumes do meu marido achando que ele estava me traindo com alguma mulher,resolvi jogar um celular dentro com o gravador ligado dentro do carro dele,pois ele de uns dias para ca inventava de ir ao caixa eletronico,a noite,eu achava que ele saia para usar o telefone,pois ele nao demorava mais que vinte minuto.para minha supresa ele me trai com travesti de progama. quando dei o celular para ele ouvi ele ficou branco,chorou me pediu perdao e disse que nao queria me perde e falou que foi umas duas vezes,e que sem mim nao era ninguem.mais nao consigo confiar dele mais.ele esta fazendo de tudo para me reconquista de novo,ate na cama ele esta melhor,mais nao consigo ver ele mais como homem.pior é quele,ate acabou de vender um carro dele para eu fazer uma cirurgia de urgencia,pois eu estava com poblema de saude.me leva cafe na cama,me da muita atençao diz que esta arrependido e se sentindo nojento.e assim mesmo nao consigo acredita.sou casada a dezoito anos temos duas filha e estou me sentindo traida e enganada.o que eu faço.me ajude.rosinha

Anônimo disse...

como saber se ele eh bisexual...eo que significa bi?

Pela Fresta disse...

Bissexual é o homem ou mulher que sente atração sexual por pessoas de ambos os sexos. Isso não quer dizer que ele(a) fiquem com pessoas do mesmo sexo ao mesmo tempo. Agora, quanto a saber se alguém é ou não... Não sei te responder. rs

Anônimo disse...

Oi, descobri a pouco tempo que meu marido teve relação sexual com outro homem.Fiquei arrazada, após 13 anos de casamento de dedicação,amor,companerismo.Estava me sentido esquecida, deixada de lado.Decide questiona-lo o qu8e estava acontecendo, ele sempre falava que estava cansado do trabalho e estavamos fazendo sexo 2 vezes ao mês, passei a desconfiar,mexi em suas coisas e descobri fotos dele tendo relação com outro homem.Naquele dia o meu mundo desabou,mas ele disse que essa teria sido uma única vez.Que teria sido um grande erro que teria cometidi e que isso já mais irá se repetir. Como agreditar em tudo isso,pois ele era uma pessoa acima de qualquer suspeita.

enrico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pela Fresta disse...

Enrico, infelizmente não tenho mais o contato com a dona do blog. Mas se tiver alguma informação, entro em contato.

MbOsRb disse...

Olá! Tenho 27 anos, estou casada há apenas 7 meses, e já estou passando por algumas desconfianças quanto as preferências sexuais do meu marido.
Temos um relacionamento há vários anos, e logo no início, em uma noite de bebedeira, ele permitiu que eu enfiasse o dedo no cú dele, e ele inclusive gozou, mas até aí eu não me importava, pois eu tb sempre gostei de sexo anal. No entanto, enquanto sóbrio, ele não mais permitiu.
Agora depois de casado, ele começou com uma amizade súbita com um homem, apararentemente heterosexual, pois, inclusive, já namorou duas amigas minhas. Essa amizade, muito fervorosa, com até mensagens de amor para sempre, que ele era um irmão, e coisa e tal começou a me incomodar. Até que um dia, no meio da tarde eu liguei para ele, e ele mentiu dizendo onde estava, mesmo assim eu perguntei se ele estava com esse amigo, ele disse que não, na mesma noite peguei o celular dele e vi as mensagens, ele estava na casa do amigo! Poxa!!! Se não houvesse nada, pq mentir dizendo que não estava com ele??? Isso fica martelando dentro de mim.
Depois disso, comecei a tentar outras vezes o fio terra, e agora ele esta consentindo.
Não existe mais nada nessa amizada que me irrita, apenas essa mentira e o fato de meu marido dar um jeito de ver esse homem todos os dias!
Não sei se estou cega de ciúmes insensato ou se estou vendo algo que não estou qeurendo acreditar???
Gostaria de ouvir algum conselho ou experiência de alguém que já tenha passado por isso, ou que simplesmente possa me acalentar... Obrigada

flbla disse...

Como entro no blog http://aesposa.blogspot.com/ ?
Queria mt conversar com outras pessoas sobre a bisexualidade do meu marido-

Anônimo disse...

Meu problema e o seguinte meu marido. Nao gosta de preliminares. Nao beija meus seios, pescoço, e partes intimas, nem chegavperto, parece que tem nojo. Diz que isso e coisa de velhos, e já somosos dois sessentoes, estamos casados há 4anos, temos vários casamentos e filhos.nele gosta mais de sexo anal, diz que sexo normal de frente e burocracia. Atemesmo fazer na frente tem que ser por trás. O que devo fazer? Ele e gay?

Anônimo disse...

Oi, boa tarde.

Casei com meu marido a um ano e um mês e sempre desconfiei da dupla sexualidadde dele, mas ele nunca confirmou, quando descobri, não de uma maneira que ele revelou, mas ele sempre mostrou que me amava e sempre teve atitutes fieis comigo, só que venho percebendo que ele vai em sites pornos gays, fica lendo contos eróticos gays. Sou mente aberta e sei que se ele me ama e está comigo, não importa se ele é bi, mas fico com medo de eles sentir falta e vir uma traição com um homem por ai, já conversei com ele sobre isso, e ele diz que ve porque gosta de ver pessoas transando, não importando se é homem ou mulher, mas que gosta de ver, ele já foi para bate papo onde já fez sexos virtuais... Fico insegura, acho que não sou suficiente...

Anônimo disse...

E tenho muito de ele estar comigo por aparência, mas ele diz que não, que se fosse o caso estaria me traindo... Mas porque olhar sites pornôs gay? Porque bate papos com sexo virtual? Tudo bem que o bate papo ele nunca mais entrou, mas acho que pode ser que ele esteja insatisfeito... Porque estando satisfeito ele iria procurar vídeos com homens transando?? ://////

Anônimo disse...

Por favor, você pode responder? :~

Estou triste e não estou aguentando essa situação de ele entrar em sites gays, sabendo que ele é bi. :/

Anônimo disse...

Olá.

Sou homosexual e me relaciono com um outro homem a mais de 9 anos, sendo ele caso com mulher a mais de 20 anos. Nos conhecemos através de um site e no começo saíamos uma vez por mês ou a cada dois meses. Na época eu tinha namorado, mas nossa relação estava muito zuada, por isso comecei a pular a cerca. Quando conheci o Fofo (nome fictício), tinhamos uma atração sexual grande um pelo outro, mas nunca passou disso. Quando eu me separei do meu ex a 3 anos atrás, eu entrei em depressão e comecei a ver o Fofo praticamente todos os dias. Sem percebermos, estavámos criando um vínculo entre nós que não era esperado.
Quando ele casou, ele me explicou que foi mais por pressão da família, pois ele vive em uma cidade pequena e na ápoca isso seria muito complicado. Ele sentia uma certa atração por rapazes logo aos 16 anos. Antes de casar, ele nunca teve nenhum tipo de relação (homem ou mulher) e achou que quando casasse iria perder essa atração e ter uma vida normal. Ele perdeu a virgindade com a esposa aos 30 e poucos anos. Com o tempo ele viu que a atração por homens estava aumentando e atravéz da internet começou a sair com outros homens discretamente. Eu fui um deles.
Desde o começo ele me disse que era casado e não pretendia se separar, que estava apenas conhecendo pessoas para se divertir. Não liguei para isso pois eu também tinha uma relação e não queria me separar. Assim que me separei e começamos a nos ver diariamente (de segunda à sexta), o jeito dele mudou e começamos a nos tratar como namorados e não como FGTS (Foda Garantida Toda a Semana). Saíamos para passear em shopping, almoçar juntos, sempre em horário comercial, pois era o horário que ele estava na minha cidade travalhando. No começo eu confesso que sentia um pouco de ciúmes da esposa, mas hoje eu prefiro que ele continue casado. Não conheço a esposa dele pessoalmente, apenas por foto e pelo que ele me diz. Tenho 50% de certeza que ela é lésbica, pois ela age como se fosse o "macho alpha" da relação e desde quando eles casaram, ela nunca foi muito ligada em sexo. Eles tentaram ter filhos, mas não deu certo.
Amo muito ele e faria o que fosse possivel para continuar ao lado dele, não me importa se como amante, amigo ou o que fosse. Nossas idades são meio afastadas (eu tenho 32 e ele 53) mas mesmo assim queria poder ficar com ele até o fim.
Quando eu me separei do me ex e saí da depressão, eu tomei uma decisão: enquanto eo amasse ele, eu não iria me relacionar com mais ninguém. Isso ja vazem 3 anos e estou apenas saindo com ele quando é possivel. Como ele não esta mais trabalhando na minha cidade, eu tenho ido na cidade dele 1 vez por mês para ficarmos um pouco juntos.
Não quero que ele termine o casamente dele, a menos que ele tenha realmente certeza do que quer.
A que me pertuba até hoje é: será que eu estou fazendo certo em escolher ficar com ele, mesmo nessa situação, ao invéz de tentar arrumar alguém que posso me dar atenção por mais tempo? Será que é errado amar ele, mesmo sendo casado?
Normalmente quem deveria postar aqui seria a esposa dele e não o amante, mas gostaria de saber a opinião de vocês a respeito disso.

Ass: Shinigami

Anônimo disse...

Boa Noite! Meu nome é "Vitória" já postei algumas lamentações minhas aqui nos dias 06 e 11 de maio de 2012. Como havia relatado, eu iria tentar conversar com meu esposo a respeito de sua(s) preferência(s) sexual(is). Apos as postagens supracitadas, meu esposo continuou sempre desejando homens em nossos momentos íntimos, mas o problema, é que agora, ele menciona seu colega de trabalho, Vejamos: Ele estava,todos os dias, dando carona a um colega de trabalho, lá no seu trabalho, eles tem o costume de trocarem de roupas, tomarem banho antes de irem embora, visto que trabalham com uniforme branco (trabalham com alimentação), ele então me relatou com todas as palavras, que o pênis deste seu colega é "enorme", ou seja, ele apreciou nos mínimos detalhes para poder falar isso. Dentre diversas coisas que ele fala na cama, a última foi "meu colega tem um pênis enorme, DÁ VONTADE DE CHUPAR", então, a partir deste dia, entrei mais ainda em "parafuso" sem saber como agir. Fiquei super fria com ele, queria distância, não suportava nem os beijos dele. Após uns 02 ou 03 dias, ele disse q se eu não gostasse de sexo, era só eu falar, visto que ele tinha as necessidades dele, então eu respondi "gosto sim de sexo! o problema é que vc ao desejar homem na cama, me deixa totalmente sem qualquer desejo, inclusive de qualquer aproximação", neste momento ele NEGOU, NEGOU, disse "não falo em homem na cama". Fala sério, ele não assume nada q faz, e isso é q está me afastando cada vez mais dele, pois não sei mais quem ele realmente é, não confio mais nele. Em várias ocasiões junto aos nossos amigos, ele ainda tem a cara-de-pau em falar mal dos homossexuais. Eu tô quase pirando..... a minha única saída deste inferno, é o divórcio, não suporto mais essa situação, pior, se eu mencionar isso tudo para alguém (amigos, parentes, sei lá...) irão me jogar pedras visto que ele um verdadeiro desonesto. Meus sentimentos por ele está morrendo a cada dia q passa, estou totalmente inerte à situação, não sei nem por onde começar a me mexer... Queria muito ter filhos, inclusive ele parou até de me cobrar filhos, mas se ele voltar a me cobrar, vou dizer q por este motivo - ser desonesto - não terei filho, não posso, imagina eu com um filho e ele me troca pelo seu amigo...kkkk, tenho q rir, é melhor q ficar louca. Obrigada.

Anônimo disse...

Bom dia! Sou a "Vitória" que postou os comentários nos dias 06 e 11 de maio de 2012. Como havia prometido, iria conversar com meu esposo. Mas vejamos, após os meus relatos supracitados, ele passou a descrever, minuciosamente, o tamanho do órgão sexual de seu amigo que trabalha com ele (não me perguntem onde/aonde/como ele viu isso, bem como em qual ocasião), o que ele sempre fala, na cama em nossos momentos íntimos, é que o órgão sexual de seu colega de trabalho é enorme, e na sua última citação (em nossos momentos íntimos) ele disse que "dá vontade de chupar", MORRI quando ouvi isto. Olha, a minha vontade hoje é de manter distância dele, não suporto quando ele encosta em mim, estou com nojo dele. Nesta semana ele veio me acusando que eu não gosto de sexo, e q acabei com a vida dele, bem como porque eu casei se não gosto de sexo, então aproveitei a oportunidade para falar tudo que estava entalado na minha mente e coração, disse q ele tem q definir a preferência sexual dele, ele tem q assumir o que ele quer da vida, visto que não sou "depósito de esperma dele", mas ele simplesmente fica calado e deixa eu falar sozinha, ou seja, ele não assume nada e isso é chocante, me deixa ainda mais "pirada", nossa, eu sou de tanta teorias, falo tanto, mas agora que está na hora de tomar uma decisão eu simplesmente estou atônita, não sei que caminho tomar. No dia seguinte, ele simplesmente vem cheio de carinho para mim dar como se nada tivesse acontecido, MEU DEUS!!! Vejamos: se eu falar algo, como não tenho provas, a não ser os sites gays que ele acessa, para dizer que ele tem atração por homens, então, como ele nega, eu posso ser processada por calúnia e difamação, e sair como uma "megera" que quer destruir o "coitadinho", mas se eu não falar nada, se eu não "abrir o bico" ele vai casar novamente na igreja e destruir mais uma vida (a não ser que nesse novo casamento ele não revele quem ele é)... Mas a verdade é, não consigo mais viver assim, tenho que planejar, bem como colocar tudo no papel as minhas decisões como "sair de casa", "alugar uma kitnete" etc. (nossa! alugar uma kit? vão falar q deixei ele por causa de outra pessoa!!!kkkk). Não suporto mais esse AMOR HIPÓCRITA que ele me atribui...

Anônimo disse...

Como postar?

Anônimo disse...

Vitoria nao acabe com seu casamento se vc ainda gosta dele, isso de bissexualidade e mais antigo doque vc imagina, nao fique chocada, reflita bem derepente seu marido quer mais que vc tenha participacao na cama com ele e outro, e nao existe coisa melhor doque a cumplicidade de um marido e uma esposa, pense bem

Anônimo disse...

Olá Gatos e Gatas.
Meu nome é Alessandra, eu tenho 22 anos e sou bissexual assumida. Falo com toda a verdade que ser bissexual é algo realmente dificil. Uma hora ou outra você acaba realmente sentindo falta do sexo com que você não está ou seja, se você estiver com mulher vai sentir falta de homem e vice e versa. Só que o que acontece é que, se você entra dentro de um relacionamento, você escolheu ficar dentro desse relacionamento. Se vocês vao decidir que a relaçao vai ser aberta fechada Isso é uma coisa que deve ser decido a dois, e o mais importante é claro. Tem que ter o consentimento de todas as partes envolvidas. Eu falo, eu já trai. Mas não trai por ser bissexual. Existem muitas pessoas que traem, independente da sexualidade. Eu já tive namoradas que trai com meninas e meninos. Assim como tive namorados que trai com meninas e meninos. Hoje um pouco mais velha, e mais cabeça. Não fico por ai traindo. Mas quando fiz, nao foi porque necessariamente estava sentindo falta de homem ou mulher. Muitas vezes a traição é quase um instinto involuntario. Não que você nao tenha escolha. Mas é dificil pra determinadas pessoas viver numa relaçao monogamica. Mas o que de fato eu estou querendo dizer, é que. Não importa a sexualidade ou como vai ser levado um casamento ou namoro ou o que for. Todos, SIMPLESMENTE TODOS, DEVEM ESTAR FELIZES NA RELAÇÃO. O que eu percebo, é um monte de mulher frustrada que tem medo de ficar sozinha. Desculpa mais essa é a realidade. Meninas lindas. Se vocês não conseguem aceitar a bissexualidade do companheiro de vocês, nao tenham medo de serem felizes de se exporem e terminarem a relação. Não to dizendo que tem que contar pro mundo sobre a sexualidade deles. Mas se isso faz vocês sofrerem vocês tem que se livrar. Esse medo da solidao está fazendo da vida de vocês um inferno. Ngm precisa de ngm pra ser feliz. A felicidade é algo completamente particular, que tem q ser dentro pra fora. Ngm consegue fazer ngm feliz, se a gente nao se sente bem. Então se vocês nao conseguem viver a relação em plenitude. E tbm nao conseguem enxergar na sexualidade do companheiro de vocês um ingrediente a mais para a relação ou entao encara-lá com naturalidade pra que continuar tentando sustentar uma relaçao dessas?

VITÓRIA QUERIDA. Qual é o seu problema? Pelo que você contou, o seu companheiro além de falar de outros homens com você se faz se mal entendido, é hipocrita e vive te magoando. Sem assumir as coisas que faz. Tem certeza que é com esse homem que você quer passar o resto da sua vida? Tem certeza que é esse homem que você quer que seja o pai dos seus filhos. Minha linda se liberte. O amor dá asas. E você não pode amar ngm mais do que você mesma. Entao fique livre dessa carma e voe. E encontre a sua verdadeira felicidade.

guerreiro disse...

boa tarde,

olha no meu caso e assim: tenho fantasias sexuais, tipo usar calcinhas, fio terra...
quando era solteiro tinha minhas calcinha me masturbava beleza.
quando casei desfiz de minhas roupas intimas, porem
minha esposa fazeia o fio terra.
no meu caso apimentava a relaçao dai uns anos depois ela foi esfriando no sexo e agora pai e mamae e olhe la, a um ano mais ou menos tive coragem e fui passivo para um travesti, gostei da penetração foi profissional sem nada a mais.
depois disso faz uns dois anos que nao deixo me penetrar e tbm nao me considero gay.
mas moral da historia acredito q a esposa deve ajudar apimentar a relaçao entre o casal.
amo minha esposa mas se ela tivesse continuado a enfiar o dedo no meu cu e nao tinha dado ele para algum.
grato pela oportunidade de me expressar.

Renata Romano disse...

olá gostaria de saber como faço para receber um convite ou participar do blog aesposa...
estou passando um problema muito grande que esta virando um tormento em minha vida, e espero encontrar ajuda la.
me ajudem por favor.

Renata

Pela Fresta disse...

Renata, infelizmente não sei como te ajudar. Enviei mensagem pela responsável pelo fórum via Twitter, mas não obtive respostas...

Anônimo disse...

Olá, tenho 23 anos e sou casada a 9 anos, a 8 meses meu marido nao tem tido desejo por mim e por isso não temos tido relação. No inicio perguntei o que estava acontecendo, mais ele disse que era problema de saude, e dizia que iria procurar um médico, mais sempre deixava passar e nunca ia, comecei a fugicar td que ele acessava na net, e descobri que ele via videos gays, na minha busca sem fim, encontrei, numeros de "homesn" que eu nao conhecia na agenda do celular,encontrei um outro chup na carteira, e acabei colocndo esse chip no meu celular, e encontrei várias msg de um homem de um outro estado, ai naum aguentei e perguntei ao meu marido o que estava acontecendo.
Foi quando ele disse que tava tendo curiosidades e por isso tava evndo aqueles videos, eu pedi pra ele me esplicar como isso começou, mais ele nao gosta de falar nada sobre isso, ele simplismente quer que eu perdoe ele mais naum quer conversar sobre o assunto.
O pior é que sou da igreja e ele tbm, nao sei se ele quer continuar comigo pelo medo do que vão pensar dele, ou pq ele gosta de mim msm. Sinceramente não sei o que faço! Tenho uma filha de 4 anos e não sei como seria viver com esse "fantasma" na minha cabeça.

Anônimo disse...

mIM APAIXONEI POR UM RAPAZ FIQUEI SABENDO QUE É BISEXUAL, TIVE QUE ACABAR MEU RELACIONAMENTO COM ELE. SERÁ QUE BISEXUAL AMA DUA PESSOAS DE SEXO OPOSTYO AO MESMO TEMPO? ELE DIZIA QUE MIM AMAVA, MAS NÃO ACEITO ESSE TIPO DE RELACIONAMENTO.

Anônimo disse...

oi eu sou uma pessoa que esta passando pelo mesmo problema,conhecir o meu marido ha 21 anos, no início do namoro, me contaram que ele ere guey,mas por eu na época ser muito jovem,apenas 17 anos não acreditei nas pessoas que me contaram, acreditei nele, que quando toquei no assunto negou até a morte, até falou em matar a pessoa que estava comentando. No entanto estou eu aqui vivendo o mesmo dilema de vocês,pois apesar de ter acreditado nele, ficava desconfiada de suas amizades,quando passei a viver com ele a mais de 13anos ele aparecia suspeitas, pois tinha sinais de traição, mas ninguém o via com mulheres, as minhas desconfianças só ia aumentando,pois ele tem um amigo muito mais jovem que ele, e já houve comentários que ele tinha caso com mesmo,inclusive o pai desse rapaz saui falando para todo mundo.Esse rapaz vive hoje com uma mulher em em outro estado, mas acho que ele já está de caso com outros.Eu apesar de ter passado tantos anos numa mentira de casamento,tenho 2 filhos lindos, entrando na adolescência e eles amam o pai,e eu temo tanto pelo sofrimento que eles irão passar ao saber da verdade, eu não sei o que vou fazer da minha vida pois dediquei-me a ser mãe,tenho 37 anos não terminei o nível superior,não tenho profissão. Não sei o que faço me ajudem por favor!

Anônimo disse...

Ola tenho 27 anos e a mais ou menos 2 anos conheci minha atual namorada, no inicio da relacao ela sempre inscitia em fio terra eu sempre esquivava, e em um belo dia eu deichei pra ver no que dava. Depois disso eu gostei e ela tem a mente aberta, por ela era todo dia fio terra, compramos um brinquedinho e sempre que possivel ela me penetra, e em uma dessas penetradas eu fiquei pensando o quao seria bom ser penetrado por um pinto de verdade e tb chupar um pau bem grosso! Depois disso eu sempre tenho esses pensamentos mais tenho medo de falar com ela, e agora? O que eu fasso? Conto pra ela ou fasso escondido? Me ajudem! Eu qro dar de quatro pra um cara ou um travesti, mais qro q ela estaja participando. Me ajudem!

zanza disse...

Oi tenho 33 anos e agora casada pela segunda vez com um rapaz que eu acredito ser bi,ele diz que me ama que não vive sem mim,mas nas nossas transas ele gosta que eu enfie o dedo no cú dele,adora ter relação anal comigo,e na ultima vez ele me pediu pra que eu enfiasse o meu vibrador nele,pra saber mais eu fui dando trela como se estivesse gostando e ele foi se empolgando e me falando no ouvido de como era pra eu fazer para ele gozar gostoso,no serviço aonde nos conhecemos todos diziam que ele era gay mas como já tinha sido casado com 2 filhos achei que era fofoca mas agora acho realmente que ele é sim bi,não estou tão assustada mas gostaria que ele falasse a verdade e se abrisse comigo pra ter certeza do que ele realmente quer,daí assim eu tomo minhas decisões se fico com ele ou se vou ter um relacionamento aberto,não estou magoada com a bixessualidade e sim pq não sou sulficiente cumplice dele para ele se abrir comigo.

Anônimo disse...

Estou na mesma situação.. por sorte descobri logo no ínicio do casamento e o estou anulando... eles mentem e não queiram achar q homem é assim mesmo pq isso é machismo puro! se eles gostam disso deveriam ao menos ser honestos o suficiente para contar oq querem na cama, não deveriam ter uma relação com alguém que não goste do que eles gostam, simples assim! queria ler o blog "aesposa", mas parece que é restrito....

Anônimo disse...

Oi...sou casado tem algum tempo, mas desde minha adolescência experimentei sexo com pessoas do mesmo sexo. Minha primeira experiência sexual foi com outro cara...fui ativo com ele. Na casa de praia de um tio. Eu tinha 16 anos na época...me masturbava diariamente e as vezes até 2 ou 3 vezes no mesmo dia. Achei aquela experiência diferente e mais prazerosa do q a masturbação (sozinho), mesmo achando um bocado nojento. Repeti a experiência por mais algumas vezes no início da vida adulta (sem namorada fixa e com os hormônios a flor da pele)...pois o desejo estava sempre presente...já as namoradas não!!! Nunca comentava isso com ninguém e procurava faze-lo sempre da forma mais discreta e sigilosa possível, apesar de algumas amigas (e uma irmã) desconfiarem por conta de algumas situações que presenciaram. Meu desejo era sair e fazer sexo com as garotas da minha idade, mas como eu era muito tímido, nem sempre tinha sorte nas minhas abordagens, então o sexo com outro homem acabava sendo minha válvula de escape...ao invés da punheta. Depois de uns tempos conheci um cara na internet e marcamos um encontro...eu iria comer ele, mas na hora H a coisa acabou se invertendo e fui passivo pela primeira vez, com uns 24 anos. Fiquei saindo com ele com certa frequencia, ele era bem discreto e gente boa...professor...solteiro. Ele sempre era Ativo comigo....Hoje tem uns 12 anos desde nossa primeira vez...sempre tc no MSN, mas nos encontrar mesmo demora bastante. A última vez faz mais de 01 ano. Porém nesse período conheci outro cara bacana, tb casado (a mulher dele viaja sempre a trabalho e ele fica sozinho na cidade)...saimos umas 3 vezes...Ele é somente ativo! Os dois são professores.

Anônimo disse...

Boa Noite,
Vivo com meu marido há três anos e nos primeiros 9 meses a cama pegava fogo, sempre rolava pelo menos 4 vezes por dia. Depois tive uma filha e percebi que ele mudou. Eu fiquei ainda mais bonita e gostosa, mas mesmo assim a coisa ficou fria, agora só fazemos 1vez por semana, e não é apenas isso ,ele agora pede sexo anal e eu já tive até que fazer fio terra nele. Ele tem uma saídas pelo menos 1 vez por semana e quando chega fica agressivo comigo. Outra coisa relevante é o fato de agora de vez em quando ele chega com o fundo do shorte rasgado,sempre na parte do bumbum.Já fiz algumas pesquisa sobre dicas para saber se o marido é bi ou gay, mas ele não se encaixa, pois ele não é vaidoso e nem organizado, não gosta de fofoca e sempre foi mais apegado ao pai.Gostaria de saber a opinião de um bi ou gay.
Ah, não posso esquecer a maioria dos amigos dele já saíram do armario ou carregam todo o jeito de que uma hora irão sair.

Anônimo disse...

Olá...Pelo que estou vendo existem muitas mulheres vivendo a mesma situação. É muito triste e difícil de enfrentar. Sou casada a 11 anos e a um ano descobri que meu esposo sente atração por homens, ele diz que nunca conseguiu ter uma relação completa com nenhum cara, pois na hora H ele não consegue (brocha), mas comigo a relação é maravilhosa,ele diz que me ama e que não se vê sem mim e sem nossos filhos, e não se imagina acordar ao lado de um homem. Mas quando ele vê uma pessoa interessante passa alguns pensamentos em sua cabeça.Dá pra entender???? Conversamos muito sobre o assunto, decidi continuar nosso casamento mas tenho uma enorme dúvida, as vezes me bate uma depressão terrível, uma tristeza, um aperto no coração e um enorme medo do que possa acontecer amanhã....

Anônimo disse...

Existe um enorme tabu em torno do sexo anal. Se as mulheres topassem fazer carícias ou mesmo penetrar seus homens (com vibradores, etc) dar esse prazer a eles, junto com elas, eles não estariam enchendo as salas de bate-papo atrás de outros homens pra satisfazer esse desejo. A maioria não procura nada além do prazer sexual momentaneo...e com outro homem (de preferência casado ou noivo, ou com namorada fixa) é mais fácil, porque ambos não querem compromisso depois do sexo...é um pra cada lado, pra continuar a viver a sua vida, sem cobranças!

Pela Fresta disse...

Excelente colocação, Anônimo. O tabu que rodeia o sexo anal atrapalha bastante as relações homem x mulher e confunde a ambos. O homem, ao achar que por ter desejo pela penetração anal tem receio de ser homossexual ou acaba indo procurar por isso fora e a mulher, por crer que seu marido é homossexual, começa a questioná-lo e a questionar a relação.
Existem estudos que indicam que a penetração anal é uma das formas de o homem sentir prazer porque essa forma de penetração estimula a próstata e isso nada tem a ver com a sexualidade de seu marido.
Não custa nada tentar. Apimenta a relação e, por experiência (meu ex-marido gostava) se eles pediram, vão adorar. E não tem nada demais!

Anônimo disse...

Acabei de saber q meu filho de 15 anos e. O q eu faço o pai e muito machista, como lidar c ele meu mundo caiu estou me sentindo uma inutel...

Pela Fresta disse...

Anônimo, seu caso destoa um pouco do assunto debatido nesta postagem, mas vamos lá. Não há porque se sentir inutil, se você quer dar força ao seu filho, se o ama e o aceita como é, deve agir e defendê-lo para que seu marido não seja injusto com ele. O ideal seria buscar ajuda com pessoas em sitaução semelhante. Eu recomendo o GPH - Grupo de Pais de Homossexuais, uma ONG criada para acolher pais que desconfiam ter ou têm filhos homossexuais. A Edith Modesto, fundadora, passou por tudo o que você está passando e juntamente com outros pais poderá te ajudar. Se você for de São Paulo ou redondezas poderá ir às reuniões presenciais, mas se for de fora, envie uma mensagem para Edith. Quando me descrobri bissexual foi algo que fiz e ela prontamente respondeu e se dispôs a, inclusive, falar com meus pais. O site da GPH é o http://www.gph.org.br/home.asp. O e-mail para contato é o maes-de-homos@uol.com.br e o telefone é o (11)3031-2106.
E lembre-se, seu filho conta com você!

Abraços e boa sorte!

Pela Fresta disse...

Ah! Esqueci de passar o site: http://www.gph.org.br/home.asp

Anônimo disse...

Tenho um relacionamento de 17 anos nos conhecemos na faculdade, ao longo do relacionamento ele desaparecia dois dias e alegava depressão, ao longo do tempo descobri que fazia uso de cocaína, a um ano a coisa enlouqueceu, ele torrando dinheiro, fica a noite toda em sites de sexo e vendo filme porno, e esta semana encontrei a gravação no celular de transa com dois travestis, onde ele era passivo, fazia sexo oral, e teve o maior prazer bebendo semen,me senti um lixo, uma fachada, peguei o celular, e corri para o advogado, ele saiu de casa no mesmo dia, me procurou e alegou que era a primeira vez em função da droga, não acredito devido a desenvoltura do desempenho, o divorcio esta em andamento, estou fazendo terapia, e tenho certeza que vou reconstruir a minha vida, e encontrar alguem que me ame como eu desejo ser amada, com verdade.

Anônimo disse...

Sou Brasileira ... e tou vivendo um drama, casei ha um ano um mès, meu marido è Italiano desde do dia do meu casamento vi algo estranho no meu marido, ele tem uma filha hoje com 20 anos, descobri que ele alem de ser bisexual faz sexo com a sua propia filha,observei a situaòao durante uns 4 meses, me sentir muito mal com tudo que vivenciei.... vendo o que as pessoas escreve ai eu perguntei a mim mesma isso nao è nada diante da minha situaçao, pois ser bisexual è uma pçao mas, alem disso fazer sexo com a filha è demais verdade?? o pior è que ela gosta è apaixonada por ele.. eu pensei em flmar tudo mais nao fui capaz,sobre a bisexualidade dele isso pra mim seria de menos, vi varias situaçoes, aqui vizinho a nosso ap nao tenho duvidas ele tem um caso com um cara que inclusive ja fui tomar satisfaçao com ele è uma longa historia mas, o que me deixa mais mal è saber que ele mantem um caso com a propia filha, pois isso pra mim è demais a filha è problematica e nunca viveu com ele me refiro como pai.. ela vivia em uma intituiçao ou seja amor de pai ele nao tinha por ela, sempre me passou sobre ela uma coisa quando na realidad era outra, hoje tou me divociando, pois nao posso conviver com uma pessoa que faz algo do genero, nem me refiro a sua bisexualidade mas, sim ao problema com a filha.. penso que ele alem de tudo isso è pedofilo.. pois ja cheguei a ver-lo vendo foto em internet de uma jovem de mais ou menos uns 14 anos,tou vivendo um inferno pois alem de eu ta longe do meu pais me sinto sozinha e vivendo com um mostro, passo muitas noites sem dormir ... tou com acompanhamento psicologico, mas nada disso vai me fazer deixar e um dia ser feliz e tocar a vida .... pois sei que nao è culpa minha e sim dele que tem uma mente duente.

Flor de Lis disse...

Adorei o Blog, sou casada, com o Bissexual, e já sabia desde o começo antes de começar a namorar que ele era bi; Temos um relacionamento muito bom. Sei que ele ver fotos e entra em sites de bate papo, tendo ter confiança. Deve realmente ruim as mulheres saberem depois de casadas, sem ter tido a opção de escolher se queriam isso ou não na vida. Minha família foi um pouco contra. Dizendo para eu pensar bem antes de casar. E eu decidi pelo coração, vamos fazer 1 ano juntos. Espero que de certo por muito mais.

Anônimo disse...

Bem gente,
Li os artigos daqui e lá vou eu:
moro com uma pessoa há um ano, descobri com todas as letras que antes de mim, ele teve relacionamentos com pelo menos dois homens.
Ele se diz apaixonadíssimo por mim e eu o amo, confusa estou, mas, adoro dormir abraçada à ele.
Beija muito bem, me dá atenção...então, vou deixando a vida me levar, até onde der

Anônimo disse...

nao e facil assuir a bisexualidade sou bi sou casado tenho filhos e vivo me reprimindo para nao magoar a familia mais tem muitas mulheres que amam seus maridos e acabam descobrindo muito mais prazer no sexo e na vida a dois compartilhando dos desejos de seus maridos claro com pessoas sigilosas
voce que tem marido bi ameo e viva

Anônimo disse...

boa noite aki é casada triste sou casada 23anos. no começo tudo maravilhoso ai uma certa noite coloquei a mão na bunda dele. ai o tempo foi passando até que ele sempre empinava a bunda e pedia para eu comer ele ai o que começou com dedo foi para vibrador, e a coisa foi ficando casa vez mas séria,pois ele sempre pede,e fala que se tivesse corragem keria chupar um penis e beber a porra e todas as vezes que tranzamos sempre fala isso parei de fazer tudo isso pois peço para ele assumir que gosta de homem tbm
e pergunto se ele ja vez ele nega,mas sempre vejo ele nos video de gays, e n sei o que pensar

Anônimo disse...

Olá, 1 ano antes de me casar, descobri no computador do meu até então namorado, mtas conversas com outros caras, eles se exibiam pela webcan se masturbavam e etc... mas como essas conversas eram mais antigas, não eram da epoca que namorávamos, decidi deixar pra lá, eu questionei ele, e ele mentiu disse q o computador era um amigo q estava usando, mas é claro q eu nao acreditei, sabia q era ele, as iniciais do nome, a maneira de se expressar, tdo caracterizava ele, e ninguem deixa o computador por mais de 1 ano com uma outra pessoa emprestado não é?!! o tempo passou, nos casamos, hj tenho um filho de 1 aninho e somos mto felizes, ele é um marido presente, caseiro, romantico e um maravilhoso pai... mas por esses dias esse assunto da bisexualidade voltou a tona em ksa, e estou mto mal... ele nao assumiu, mas tb não negou e estou sofrendo mto por dentro, apesar de estar mto carinhosa e amiga para com ele... me ajude... me dê uma luz, para essa fase tão dificil q hj enfrento... ressalvo q meu marido é otimo na cama, nos damos mto bem e de fato eu nunca tive nenhuma suspeita de ele ter ficado com outro homem, apos nosso envolvimento... me ajude...

Anônimo disse...

Olá,sou um homem bi, tranquilo, reservado, mas só tenho compromisso sério com mulher, pois, adoro mulher. Com homem eu meu relaciono; mas só é a relação íntima (transa)e nada mais; nada de namorar com homem.Quando tenho um namoro estabelicido com alguma mulher ai não saio com ninguem, pois sou fiel, respeito o compromisso. Ah, e ao contrário do que muita gente pensa; a bissexualidade NÂO é sinônimo de infedelidade.

Anônimo disse...

Vejo como homens e mulheres são completamente diferentes. Nunca vi homem sofrendo por descobrir que a mulher é bissexual. Agora, se o caso é inverso... Eu não sou bissexual, não tenho atração por homens, mas a minha mulher tem. Já transou com algumas colegas, sei disso e não faço escarcéu. Ela diz que me ama, demonstra isso e diz que com mulher é apenas por diversão. Creio que homem bi também seja a mesma coisa.

Anônimo disse...

Concordo com vc amigo e compreendo sua esposa qdo ela fala sobre a questão da diversão. Eu me considero bi porque faço relação íntima com mulher e com homem; mas eu gosto apenas de mulher, só namoro mulher. Transo com homem apenas por diversão (assim como sua esposa diz); só que em muitas vezes as pessoas não entendem isso. Eu respeito o compromisso, por isso eu só saio com homem qdo não tenho namorada, qdo não estou com compromisso com mulher. Não sinto atração por homem, não fico procurando homem, não namoro homem. Qdo transo com homem não tem o sentimento ou a emoção(não tem o gostar, o amar), e tbém não beijo homem, ou seja, é apenas uma transa por diversão, aventura algo assim, nada além disso, nunca namorei homem, não tenho nenhuma vontade disso, pra mim é apenas uma amizade onde pode haver uma transa.
Já com a mulher pra mim é muito diferente, tem o gostar, o amar, tem o compromisso, o companheirismo, tem o envolvimento emocional. Com mulher eu faço amor de forma completa (beijos, carinhos, toques, afeto, aconchego, preliminares). Bom, aproveitando a ocasião: sou solteiro 40 anos, tranquilo, reservado, gosto de uma boa conversa e boas amizades, estou no interior de SP, região de Marilia, caso alguma mulher leia este post e queira contato comigo é só deixar recado aqui no blog, obrigado.

Marido Sts disse...

Bom dia!
Sou casado há 7 meses, temos uma filha linda de pouco mais de 1 mês. Quando conheci minha esposa há 2 anos, encontrei nela um porto seguro, alguém que eu tenho a certeza que é pra vida toda e em quem posso confiar 100%. Pois bem, com o passar de alguns meses vi que tinha uma fantasia não muito comum, que era de vê-la com outro homem. Isso gerou muita discussão porque inicialmente ela acreditava que eu não a amava mais, e com o tempo mostrei que não tinha a ver com isso, e que era uma fantasia. Ontem, tomei coragem e contei a ela que após meses imaginando essa fantasia, me veio uma vontade de também participar e não apenas ver, ou seja, tocar e ser tocado pelo outro homem também. Sei que acabou caindo como uma bomba nos ouvidos dela e que por um bom tempo ela vai me evitar, inclusive de olhar nos meus olhos. Não sou gay, nunca tive relação com outro homem e nem tão pouco isso me passou pela cabeça anteriormente, mas é algo que hoje me incomoda. O que faço? Hoje acordei com o sentimento dividido, de ter feito a coisa certa e conversado, e o de que não podia ter falado, pois ela mal me olhou, como toda razão. Obrigado

Pela Fresta disse...

Olá, Marido Sts!
Em primeiro lugar, parabéns pela coragem de ser sincero com sua esposa. Não acredito que tenha feito mal e é claro que ela vai sentir estranhamento com sua declaração. Geralmente não estamos acostumados, por mais intimidade que tenhamos com nossos parceiros, a ouvir os "desejos mais secretos".
O lance de swing é algo bem delicado... Às vezes esse desejo existe, mas quando se torna realidade, é bem diferente. E tem que ser algo que parta dos dois também. Quanto ao querer tocar e ser tocado por outro homem, eu vejo isso como natural à curiosidade do ser humano. Realmente não quer dizer nada sobre sua sexualidade.
Quanto ao que fazer, deixe sua esposa refletir sobre o assunto (mesmo não falando com voce ela deve estar pensando sobre isso) e faça o mesmo. Procure identificar se é um fetiche ou um desejo realmente. Às vezes só de pensar na situação na cama lhe seja satisfatório. Agora, se você achar que realmente precisa concretizar o fato, lembre-se de que sua esposa deve estar de acordo.

Anônimo disse...

Quando se ama muito ficamos egoístas, temos medo de perder para o outrem a quem tanto amamos. Separar sexo do amor fica muito difia se torna muito difícil aceitar que a quem dedicamos nossa fidelidade de forma incondicional. Por outro lado não podemos sufocar quem amamos, pois, o risco de transformar esse sufoco num grito de independência se torna muito grande, então, o diálogo é o caminho, mesmo que difícil, a ser partilhado de forma a que possam juntos chegarem a um consenso.

WM Spouse disse...

Boa Tarde, vivo a mesma situação. Sou casada a 7 anos e meu Marido há 1 declarou-se BI. Na verdade ele alega não ter interesse em viver com um, mas só sexo. E diz que é uma necessidade que não consegue controlar. Em principio aceitei a situação, tento entender... Mas tenho me sentido incomodada. Temos 2 filhos e se eu falo em separação ele fica transtornado. Ele é um ótimo marido e pai mas só em saber que eventualmente ele sai com homens, tem me tirado o sono. Tentei entrar no blog a esposa mas não consigo.

Pela Fresta disse...

Realmente o blog está fechado, VM Spouse. Bem, é uma decisão difícil, mas uma coisa você deve considerar. Sua saude. Cuide-se!

Anônimo disse...

Olá pessoal!
Sou casado e bi. Ela sabe e curte isso, já fizemos juntos com casal ambos bi. Rolou de tudo um pouco. É sexo apenas... é bom demais ela saber e curtir a idéia... sem estresse. Saímos poucas vezes com casal... a tempo ela quer sair com homem só, bi, e ficar assistindo nós dois... que loucura! Mas vai rolar... Com cuidado, sem exageros, com respeito e maturidade isso pode acontecer de vez em quando. Boa sorte às mulheres que estão em crise com isso... compreendo as dificuldades... cada caso é um caso... Lembrem que ser bi não é o fim do mundo... se conseguirem aceitar, ótimo.... se não... serenidade para resolver isso.

Anônimo disse...

Excelente depoimento. E vc é um homem de sorte por ter uma mulher q entende e apoia sua bisexualidade. Mas cada caso é um caso realmente. Eu sou bi, 40 anos, solteiro, bem resolvido, pois só namoro com mulher, mas já tive relações íntimas com homens bi e com casais onde o marido era bi tbém. Já tive namoradas no passado que tbém apoiavam a minha bisexualidade. Qdo ambos entendem e apoiam a bisexualidade seja do marido ou seja da esposa o relacionamento pode ficar melhor ainda. E concordo que ser bisexual (mulher ou homem) não é o fim do mundo. Eu me tornei bisexual e foi a melhor decisão que tomei, curto muito ser bi, já transei várias vezes com homem e isso não diminuiu em nada a minha masculinidade. Além do mais, qdo tenho namorada e ela não curte aventuras, ai não faço aventuras com ninguém pois sou fiel e respeito o compromisso; mas qdo estou solteiro eu deixo rolar aventuras com homens, mas com homem é só o sexo, sem nada de envolvimento emocional ou compromisso; ou seja: é apenas sexo por prazer. Ahh e sempre com proteção. Se alguma mulher que se identifica com o universo bisexual ler o post e quiser manter contato é só deixar um recado. Att Homem olhos esverdeados, interior sp.

Anônimo disse...

Olá, eu também estou vivendo um dilema, tem sete anos que sou casada e tenho um filho de seis, todo mundo falava que meu marido era gay ate eu mesma ja perguntei se ele era e ele garantiu que nao, mas a aguns meses um amigo meu veio me procura dizendo que meu marido havia mandado um monte de msg cantando ele e quando ele descobriu que se tratava do meu marido, ele disse que sabia quem estava falando e meu marido teve a coragem de falar que era realmente ele e se ele estava surpreso e que ele gostava dele e que queria sair com ele, detalhe esse tal amigo que era namorado de uma amiga todos desconfiava que ele era gay tambem, ai quando soube dessa historia eu insisti com o meu marido p dizer a verdade e ele disse que estava fazendo isso para testar se realmente ele era gay ou nao, ok, deixei passar,pouco tempo depois eu descubri que ele estava saindo com homosexuais por dinheiro, descobri esprime ele na parede e ele jurou que nao era gay nem bi sexual pq ele fazia justamente pelo dinheiro e que depois ele sentia nojo dele msm, mas eu estou muito confusa desde entao nao consigo acreditar em nada que ele fala e antes de tudo isso ele entrava sempre em bate papos homosexuais,sera que ele esta tentando se enganar,eu nao sei o que fazer nao disse isso a ninguem por vergonha mas essas coisas nao saem da minha cabeça sou muito infeliz com essa situação, mas gosto dele e da sua cia e um exxcelnte amigo mas esse fantasma me percegue o que eu faço?

Pela Fresta disse...

Seu marido não parece estar sendo nada sincero com você e você pelo jeito tem certeza das preferências dele.Agora é tudo uma questão de escolha sua. Se acha que vale a pena aguentar as traições e mentira pela companhia e amizade, continue com ele, mas se cuide. Alguns outros depoimentos relatam este outro lado. O do homem bi que é casado ou namora, mas geralmente é um relacionamento aberto, o que é consensual entre o casal.

Anônimo disse...

Meu marido também é bi ele diz que é ativo(não sei se fala isso só pra não se sentir pior ou por não consegui aceitar a própria sexualidade,),por vergonha ou mesmo por medo do preconceito jamais teve coragem de revelar e a única pessoa que sabe sou eu, que descobri por mera acaso que não vem ao caso explicar agora mais ele sofreu muito e se sentiu bastante envergonhado ao assumir sua sexualidade para mim no entanto além de ser bi ele também é compulsivo sexual,meu deus é viver em um tormento jamais pensei que um dia eu poderia vivenciar uma situação assim,já fiz de tudo para tentar compreender mais a cada dia que passa eu vou morrendo aos poucos,ele é um homem amoroso,carinhoso,presente,e eu o amo como jamais amei ninguém,no entanto eu já não estou conseguindo suportar e muito menos lidar com as traições,vejo que por mais que se esforce ficando em casa,evitando sair com amigos,evitando situações que o leva a dar recaídas ele não consegue, e no fim eu sofro ele sofre,eu juro já não sabemos o que fazer,pois se estamos separados sofremos e se estamos sofremos do mesmo jeito...

Anônimo disse...

Olá pessoal. Sou bi. Ela sabe e curte. Já aprontamos juntos com casal bi. Fantasiamos isso nos momentos íntimos de tesão. Ela também teve seus contatos bi... e sentiu prazer.Mas lendo os relatos aqui vemos que essa questão da bissexualidade é complicada para ambos... Penso que o segredo seja sempre a discrição e o sigilo...pq tá mais que sabido que não é algo bem aceito por aí. Digo isso pq nem sendo hetero(a) é bom contar por aí as aventuras...nã é?! Essas ousadias sexuais quanto mais escondido melhor... não acham??
Penso que sobram apenas duas saídas: reprimir e viver como hetero(a) ou escancarar... em ambos os casos sofrendo as consequencias. Parece prático... que bom se fosse!
Mas desejo sexual se confunde muito com amor, afetividade, emoção, e outras coisas boas da vida. Como equacionar tantos fatores importantes? Com serenidade. Sem exageros. Com a dose possível de compreensão. Com amor. Com decisão. Com tesão. Sem preconceitos. Com muito respeito para com a outra(o). Com sabedoria para manter isso em segredo, se for preciso. Com cumplicidade. Com disposição para entender que pode ser mesmo "só sexo bi" e com honestidade para dizer se não for. Com cabeça fria para analisar isso tudo.
Obter a cumplicidade dela(e) é bom demais... Mas pode não acontecer e a casa cair. Por isso todo cuidado é pouco. Tatear esse assunto é um bom caminho. Escancarar logo pod assustar e desesperar a mulher, como mostram alguns relatos aqui. Por isso deve-se descobrir se há possibilidade dela ou dele concodar... senão não vai dar certo. cwbahu93@hotmail.com se alguém quiser conversar sobre esse dilema enorme. Espero contribuir de alguma forma.
Boa sorte a quem vive esse dilema!!!

Anônimo disse...

Olá a tds(as), tenho 34 anos sou BI, niguém de meus amigos ou familia sabe por uma escolha minha, porém só namoro mulheres, e ninguém desconfia pq modestia a parte sempre tem mulher atrás de mim, fui casado a dois anos atrás ela nunca soube que eu era BI, pois nunca deixei notar, fiquei casado com essa mulher por 5 anos eu NUNCA a trai com ninguém, eu a amava muito e queria ter ficado com ela pro resto de minha vida, pois bem o q ocasionou nossa separa foi ela ter me traiu, então o que eu quero disser a vcs, é q ser BI não reflete mal carácter, estou saindo novamente com mulheres e as vezes rola com h, com as mulheres não sinto necessidade de falar sobre minha sexualidade BI pois sei que estando com elas ou com eles serei honesto, e o fato de eu não querer falar para as mulheres é justamente td o q eu li aqui, muito preconceito.

Anônimo disse...

Penso igual á vc, até por q só namoro com mulher, nao consigo namorar com homem, mas transo com homem numa boa qdo não tenho namorada. E tem razão qdo diz q ser bisexual não quer dizer q a pessoa é mal carácter. Se a pessoa é bi e tem compromisso o importante é ser fiel. Caso contrário, se a pessoa esta sem compromisso ela deve curtir sua bisexualidade numa boa. Muitos têm preconceito contra bisexuais, mas o q importa é o carácter, se a pessoa é fiel é o q importa, mas se ela esta sem compromisso tem mais é q curtir aquilo tudo q lhe dá prazer. O ideal é qdo uma parte do casal apoia a bisexualidade da outra parte, ou ainda melhor é qdo ambas as partes são bisexuais. Tenho 40 anos, solteiro, Já tive relacionamentos com mulheres q apoiavam minha bisexualidade e com mulheres q tbém são bisexuais e isso sempre facilita a quem quer curti a bisexualidade. Entretanto, se a mulher não curte a bisexualidade do parceiro então a melhor coisa é ser fiel a ela e respeita-la. Se alguma mulher tem atração pelo mundo bi e quiser contato é só deixar um recado por aqui. Att Homem olhos esverdados, int. sp.

Anônimo disse...

Desculpe dar palpites, mas as mulheres fazem tempestade em copo d'água quando o assunto é bissexualidade. Minha esposa, com quem estou casado há 18 anos, quando tomas umas e outras adora beijar outras mulheres na boca. Já transou umas dez vezes com uma colega de faculdade, inclusive em nossa casa, quando eu não estava.
Ela diz que adora sexo comigo, mas de vez em quando adora variar. Quando descobri, fiquei puto, mas não me importo mais, pois ela conta sempre que sai com outras mulheres e afirma nunca ter me traído com homens.
Sabe por que respeito? Porque é um desejo dela. Aumenta a libido e melhora o nosso relacionamento.
Eu nunca transei com homem e nem tenho vontade. No entanto, creio que haja desejos bi com homens também. Quando isso acontece, as mulheres e até mesmo homens, querem taxar o cara de viado, gay, enrustido... Francamente não sei o que opinar, mas vejo que a cobrança é muito grande.

Anônimo disse...

Muito bom o blog, sempre tem depoimentos legais. Este blog se torna um espaço importante para se falar da bisexualidade. Sempre q posso leio e até já fiz alguns comentários, um espaçao como este é importante para nós bisexuais esclarecemos coisas q muitas pessoas não entendem. Como bem disse o amigo ai qdo comentou q muitas pessoas taxam o bisexuais de gays enrustidos. Eu sou bisexual e nunca me considerei um gay enrustido, até por q adoro mulher, sempre namorei muitas mulheres, com homem eu apenas transo mas nao namoro. Ou seja, na cama eu tenho tesão pelos dois, mas só namoro mulher por q nunca senti nenhuma vontade de namorar homem, sempre me senti muito bem em namorar com mulher. E como já comentei anteriormente, o imporante é ser fiel e respeitar o compromisso, mas se a pessoa está solteiro (a) ai tem q curtir a bisexualidae numa boa. Já me relacionei com mulheres bisexuais q adoram homens, mas q tbém tem tesão por mulher na cama. Enfim, desejos e tesão cada um tem o seu, mas não podemos taxar a pessoa de forma preconceituosa. Eu me dou muito bem com minha bisexualidade, foi melhor coisa q fiz em me tornar bisexual e se alguém me taxar de gay enrustido estará fazendo isso sem conhecimento; pois como disse adoro mulher, me sinto muito bem em cia de uma mulher, já homem eu curto apenas na cama pra uma boa transa, fora da cama é só amizade. Se alguma mulher tem atração pelo mundo bi e quiser contato é só deixar um recado por aqui, ou se algum homem bi quiser contato (sem compromisso). Att Homem olhos esverdados, int. sp.

Anônimo disse...

Eu acho que muitas mulheres estam forçando a barra. O cara adimitir que e bi, é uma coisa, trair é outra. Elas tem todo direito de se separar pois não concorda com a opção sexual. Mas ficar casada com o cara e ficar se lamentando por ele ser bi, e agir como se ele a trai a todo momento, sendo que não houve qualquer traição, é lógico que ñ vai dar certo.

Anônimo disse...

oi sou casado a 15 anos tenho uma filha deste casamento e um filho de um anterior sou bi ninguem sabe nem desconfia nao tenho atraçao nenhuma por homem mas adoro chupar um pau e as veses dar com carinho mas nao suporto beijo e coisas do tipo com homem adoro usar calcinhas vivo este segredo e nao me incomoda em nada e acredito q nem a ela incomode ate pq sempre tomo todo cuidado quanto a proteçao e sigilo ela e muito fria no q dis respeito a sexo mas no resto nos completamos totalmente nao acho q a trai ate pq como disse ela aparenta q fas sexo por faser ate tem orgasmos mas sei la e diferente parece coisa do tipo comer pq se tem de viver nao pq gosta da comida sei q ela me ama eu a amo muito nos completamos e somos felises tenho certesa q se nao fosse estas minhas escapadas nao seriamos tao felises pq curto sexo demais

Anônimo disse...

Estou casada há mais de 15 anos, e desde o início do namoro meu marido contou que teve um relacionamento com outro homem, aquilo não me chocou, sempre tive a mente aberta, namorei gays, então nossa relação sempre foi sincera, mesmo depois de casados realizava as fantasias sexuais dele, penetrando-o quando pedia, com vibradores ou com os dedos, ou seja, desde que ambos tivessem prazer. Nunca tive qualquer paranóia quanto ao passado dele, pois sempre que o desejo surgiu eu realizava, porém, sempre deixei claro que não aceitaria uma fantasia à três, fosse homem ou mulher, Bem continuamos nossas vidas assim...até semana passada quando o flagrei brincando sozinho com 'nosso' pênis, se penetrou e não me chamou para participar! desde então estou desconfiada...principalmente quando ele contou que recebeu uma mensagem do ex-namorado pedindo pra marcar uma reencontro, ele me mostrou a mensagem e respondeu para o ex que estava casado e que não pretendia revê-lo, mas isso não me tranquilizou, fiquei insegura, com ciúmes, será que a mensagem o fez lembrar do passado, será que um pênis de brinquedo e uma mulher de verdade não são suficientes? por favor me ajudem, pois não sei o que pensar... pois apesar de acreditar em bissexualidade, homosexualidade, nunca acreditei em Heterosexualidade...Imaginem o meu espanto quando descobri que sou HETERO! Fui cantada várias vezes por mulheres, ele até apoiava, e pedia um 'menagé a trois, 'mas na hora H não consegui nem beijar!! (me dá arrepios tocar em outra mulher, e não é de tesão é de nojo!). Se posso ser HETERO , ele pose ser sempre BI e nunca deixar de desejar um homem de verdade???

Pela Fresta disse...

Ser bi é desejar homens e mulheres e sim, ele pode nunca para de desejar homens. Mas isso não quer dizer que ele te trairá. Você diz ser hetero. Se pensar msm forma vc afirma que poderá trai-lo com outro homem e vc certamente deseja outros homens ( é a natureza humana).
Por isso, largue essa preocupação de lado pois enquanto ele te amar e vc respeitar o desejo ( se e não te faz mal) tudo vai ficar bem. E se não ficar não será por causa da sexualidade dele e sim do caráter.

Anônimo disse...

A sexualidade é uma coisa complexa... o que importa é apenas o que a pessoa faz...
Uma pessoa pode ter fantasias com pessoas do mesmo sexo por exemplo, e nunca pô-las em prática, não só por repressão ou por amar a pessoa do sexo oposto com quem se relaciona... mas simplesmente porque a realidade não aceita tudo como a fantasia...
Vivo tendo fantasias gays e jamais faria nada com homens... o cheiro, a testosterona, não me atraem... mas a minha fantasia é a minha fantasia, nelas tudo é perfeito pra mim...
Acho que se fosse solteiro experimentaria uma trans... mas não consigo enxergar isso como algo gay pois, pra mim, são mulheres com pênis... mas antes de tudo mulheres...
Mas como sou casado, não trairia minha esposa com homem, mulher ou trans... e acho que é com isso que vocês deviam se preocupar... e não com o sexo de quem os maridos de vocês as traem..
Se fosse traído não sofreria um pingo a mais ou a menos por causa disso... a mentira e a traição é o que machucam..

Anônimo disse...

A homofobia tem diversas nuances e a pior delas é a "bissexualidade", não que eu não acredite nela, ao contrário, concordo com Kinsey que há muito mais que o 100% homo ou hetero. Mas essa bissexualidade animalesca, que "só consegue transar " com outro homem, "apaixonar só por mulher mesmo", reduzindo as relações com o mesmo sexo a escapadas fortuitas tem nome chama-se vergonha(ou medo), vergonha de assumir o que se é. É muito fácil se esconder atrás de uma mulher e ir ao churrascão com os amigos e deixá-la lá num canto esquecida, enquanto se faz o que se mais gosta: ficar no meio da homarada. Pleno 2013 e isso ainda acontece. Continuo a ver caras namorando, casando com mulher e paquerando outros na frente da digníssima, que às vezes nem desconfia ou acha que o falatório é "inveja", "despeito", "recalque". Mas é só vc se aproximar um pouquinho desse casal e ver que ambos são extremamente infelizes e vivem de fachada. Quem sabe daqui a alguns anos se possa viver o que se é, e que desejos não virem apenas fantasias, vividas através de uma web cam.

Anônimo disse...

Após ler os comentários resolvi expor minhas experiências. Sou casado a 30 anos, com uma esposa maravilhosa e a amo muito! Somos felizes e sou bi. Há alguns anos atrás, praticavamos manage, sempre com homens e eu era passivo para eles e ativo para ela, sexo para nós nunca havia sido problema! Ela adorava transar com outros homens e me ver sendo penetrado por eles! Praticamos por aproximadamente seis anos esta forma de relacionamento sexual e sempre fomos muito felizes! Nunca ocorreu nenhuma forma de ciumes entre nós, nem falta de respeito, ou qualquer forma de acusação! Eramos e somos cumplices em tudo que fazemos, ou fizemos! Porém, de uns dois anos para cá, minha esposa conheceu uma igreja evangélica, e hoje não praticamos mais esta forma de sexo. Não por minha vontade, pois entendo que religião serve somente para frustar e inibir a vida das pessoas, mas respeito o posicionamento de minha esposa e nunca mais me relacionei com outros homens, não por falta de vontade, mas sim por respeito a ela! Na minha forma de entender a sexualidade é individual, cada um devia fazer o que lhe desse prazer, e ser respeitado por isto! Não sou menos homem que ninguem, sou trabalhador, pai de familia, ótimo amante, bom provedor e amo minha esposa e minha família! Ter desejos por outros homens, não me faz desejar menos minha esposa, pelo contrario...ficava louco de desejo quando ela e eu compartilhavamos a mesma cama com outros homens! Vivam e sejam felizes, conversem com seus amados e aproveitem o que a vida lhes oferece! Sejam felizes, sem neuras, sem traumas, sem repressão, sem dor!

Anônimo disse...

Muitas pessoas acham q por ser bisexual a pessoa vai trair a esposa. Trair uma pessoa não tem haver com bisexualidade, tem haver é com carácter. Quem tem carácter (seja hetero, homo ou bi) não trai. Tem muitos heteros que pesam q a pessoa por ser bi então ela irá trair. O fato da pessoa ser bisexual não quer dizer q ela vai trair. Tem muitos bisexuais q tarem, assim como tem muitos heterosexuais q traem ou muitos homosexuais q traem. Outra coisa, a pessoa pode adorar mulher, se sentir muito feliz com a mulher msm sendo bisexual, além do mais fazer amor é uma coisa e transar é outra coisa (não envolve sentimentos de amor, paixão). Sou bisexual, adoro mulher, não fico sem mulher, só beijo mulher, mas transo homem numa boa qdo não tenho namorada. E se tiver namorada eu sou fiel e não traio, pois respeito o compromisso. E para concluir, se a pessoa é bisexual, e tem carácter respeita o compromisso q tem, ela pode ser sim fiel, mas se ela estiver solteira ela tem q curtir sua sexualidade numa boa, seja ela qual for.

Anônimo disse...

Sou bissexual, minha namorada sabe, nunca trai nenhum de meus relacionamentos. Fala serio, quer chorar, espernear, ok, mas ficar chamando nomes.

Vivemos nesta sociedade sexual, com homos, gays, bis, heteros, trans, lesbicas desde que o mundo eh mundo. Deviamos ter o coracao mais aberto e agradecer que vivemos em tempo que se pode assumir as coisas, ficar sabendo de coisas, e ter uma internet para ler que outras pessoas passam pela mesma coisa. Existem casos de esposas que na idade media ficavam sabendo disso, e ambos tinham que lidar com a situacao. E me fala uma coisa, e quando o esposo descobre que a mulher eh bi.... ele chora as pitangas que nem voces?

Cris disse...

Sou casada a quase 10a e a menos de dois anos descobri que meu marido é bissexual. No inicio não foi muito fácil mas depois de muitas conversas tenho conseguido entendê-lo um pouco melhor.
Para mim está sendo muito difícil porque fui criada de uma forma muito careta e tbm moro em uma cidade do interior, assim que ele me contou meu mundo caiu mas agora tudo está voltando ao normal.
Ele nunca deixou de ser um bom marido, sempre muito atencioso e por causa de tudo isso nunca passou pela a minha cabeça.
Gostaria de conhecer pessoas que tbm passe pelo o mesmo, acho que conversando sobre o assunto é uma maneira de lidar melhor com tudo. Meu e-mail é cris4863@hotmail.com

Anônimo disse...

Olá! estou muito triste, tenho 1 ano e meio de casado e de um tempo para cá meu marido quer me ver transando com outros, eu fiquei nervosa e desconfiada se ele não poderia estar com tesão em outro homem, e na cama quando eu falei que também sentia tesão em outra mulher,(mais não sinto NÃO, era só p ver o que ele iria dizer) ele falou q tbm queria q eu transasse, eu estava jogando pois ja estava desconfiada que ele toparia transar com outro homem, comecei a fingir q esse era um desejo meu, ver ele penetrando em outro homem e ele topou numa boa, agora quero me separar, pq descobri que ele é bissexual, não consigo conviver com isso, só que ele faz de tudo por mim, parece me amar de verdade, o que faço???

Pela Fresta disse...

Prezada Anônima,
fetiche ou "tara' (como preferir chamar) não tem nada a ver com homossexualidade. O que se passa na cabeça nem sempre é o que queremos que role na cama. Meu ex-marido costumava dizer que gostaria de me ver com outro homem ou outra mulher, mas na época da separação confessou que não suportaria na realidade e que aquilo era somente algo para despertar o desejo. Encare isso da mesma forma! É somente algo para apimentar a relação. Se não curte a brincadeira de palavras, seja franca e fale logo com ele.

Anônimo disse...

Moro com meu namorado há dois anos. Sou bi e já tive casos com mulheres e casais. Sempre curti e fui bem resolvida com minha sexualidade. Sou apaixonada pelo meu namorado, e por ciúmes meus não fizemos ménage com garotas ainda... Qdo tentamos fiquei mto enciumada pq ele passou a stalkear direto a menina. Fiquei traumatizada por perceber o imenso interesse q ela despertou nele. Mas enfim, faz um ano e passou. Acontece que hoje ele me revelou que tem atração por homens, e que embora ele não deseje fazer sexo anal, ele gostaria de tocar, beijar, etc. Eu achava que tinha a cabeça aberta... Lendo esses depoimentos, fico pensando que essa relação pode ser mto difícil pra mim... Saber q ele deseja outras mulheres já é difícil, imagina agora saber que ele deseja homens.... Penso em terminar pra não ter que sofrer essa desconfiança eterna... Fere mto minha auto estima e segurança.

Pela Fresta disse...

Devemos separar o desejo do ato consumado.Você também é bi, tem desejo por mulheres e nem por isso o trai (pelo menos não expôs isso em seu post). Pense que o mesmo pode ocorrer com ele. Tenha uma conversa aberta com ele e veja se ele é capaz de somente ficar no campo do desejo enquanto estiverem juntos. Agora, se não sentir firmeza nisso e achar que vai ser pesado demais para você aguentar a barra, é melhor terminar de uma vez.

Anônimo disse...

Ola pessoal! Sou mulher hetero e li todos os comentarios!!! Passei uma experiencia recente com meu ex, ele adorava quando eu fazia fio terra e vibrador nele! Eu simplismente amava da esse prazer pra ele!!! So q ele se arrependia logo em seguida e sumia, nunca perguntei se ele era bi, por medo de perde lo,terminamos e nao sei se ele E gay ou bi, nao me importaria pois o amo!! Ja vcs esposas e namoradas tem os homens ao seu lado, eles confiam em vcs mesmo assim nao agradecem, nao os valorizam! Quando vcs perderem eles totalmente vao da valor, devem sim fazer amor com eles satisfaza los. E muito dificil perder alguem q amamos , imaginem ser trocada por um homem! Isso q ira acontecer se nao aceitatem eles do jeito q sao. Beijos Jessica.

Anônimo disse...

Gente boa noite!
Li todos os comentarios e estou com uma duvida horrivel!!!! Nao posso perguntar a ninguem! Meu namorado de tres meses gosta muito de fio terra e vibrador, na cama fica parecendo uma mulher serio gente!!!! Nao tenho coragem de perguntar se ele E bi, me ajudem por favor. Estou com medo fe pegar doencas pois fazemos tudo sem camisinha. Negra li

Anônimo disse...


Estou passando por um pesadelo imenso porque depois de 20 anos de casada, com uma filha de 18,meu marido pediu a separação. Nas conversas ele disse que não queria ficar fingindo mais,só que nunca contou nada de anormal e nunca quis brincadeirinhas como passivo,ele sempre foi ativo. Só que no carnaval ele contou para nossa filha que viajou com uma mulher que não via a mais de 20 anos e que não é romance é apenas uma amiga. Eu fui juntando um quebra cabeça e percebo que ele está mentindo,ele está mais feliz agora,parece que se libertou de um casamento de faxada, em uma das nossas conversas ele me disse que estava comigo por causa da nossa filha,ou seja ficou estes anos todos comigo por causa dela. Não estávamos felizes,só que atualmente vivo dependente dele financeiramente porque deixei de trabalhar depois que casei e fui dedicar a minha vida totalmente para os dois,hoje estou com dificuldades até de arrumar emprego por causa da idade e tempo parada. E ontem veio a confirmação pela minha irmã, que um amigo dela que estava no aniversário de um ano da minha filha disse à ela que meu marido era gay porque o cara que ficou com ele na festa já tinha ficado com meu marido antes...(ela não me contou antes porque achava que ele queria tentar ser um pai de família).
Tenho que ter uma conversa franca com ele agora,colocar o ponto final nesta história terrível que vivi estes anos todos,estou sofrendo muito porque eu gostava dele e mudei minha vida toda por causa dele, larguei trabalho,amigos e família para acompanhá-lo com mudanças de trabalhos para outras cidades. O que fazer com esta situação? Estou muito mal e depressiva. Opinam por favor!


Anônimo disse...

Sou casada à quase dois anos e recentemente descobrir meu marido é bi. Nunca me imaginei em uma situação como essa. Me sinto a pior mulher do mundo, sem vaidade e vontade de viver. Ele me implorou pelo seu perdão e o perdoei. Disse que prefere viver comigo, realizar os nossos sonhos, ter os nossos filhos e faria de tudo para sermos felizes. Hoje ele faz terapia para lidar com esse "problema". Nossa psicóloga me disse que as terapias ajudariam na fidelidade e controlar a ansiedade e os desejos. Desde do dia da revelação ele jura que nunca mais me traiu. Mas não acredito. Queria acreditar mas é difícil. Sempre me pergunto, porque fui me apaixonar por uma pessoa assim. O pior que a bissexualidade é a traição. Ele foi omisso. Deveria ter cuidado mais de mim. Fiz alguns exames e descobri que peguei uma DST, estou sendo medicada e ainda bem não peguei uma doença sem cura. As me pergunto, como fui me casar com uma pessoa assim? Fui trocada por homens, fui traída por um homem que disse que morreria por mim, que não viveria sem mim. Não sei como será o meu futuro. Não sei o que é ser feliz, tenho que fingir para todo mundo que sou feliz, que tenho um casamento maravilhoso. Minha única esperança é confiar em Deus, que nunca me desampara.

Anônimo disse...

Sou casada a quase 8 anos com um cara que considerava o grande amor da minha vida. Um dia aqui em casa quando estavam ele e um amigo bebendo, o amigo começou a falar de sua aventuras sexuais com gays e travestis. Até então eu estava achando tudo muito engraçado, até que meu marido falou que nunca tocaria em um homem. Rapidamente e naturalmente, o seu amigo soltou que ele já tinha tido experiencias com gays e começou a citá-las achando que meu marido já tinha me falado sobre essa face dele pra mim. O choque foi tão grande que surtei, fiz o maior barraco! ele já estava meio bêbado, ficou negando mas depois admitiu e disse que tinha sido só uma vez porque estava muito doido. A partir dai meu casamento está em crise e pirou mais ainda pois descobri, depois de muito pressioná-lo, que aquela experiencia não havia sido a única. Pra mim, se ele só pos as bichas pra chupar ( é o que ele me diz) ou se comeu , se deu, pra mim é tudo a mesma merda. Me sinto enganada, enojada, ultrajada! acho que ele deveria ter me falado sobre isso,ter me dado o poder de escolher se queria ter ficado ou não com ele, sabendo disso, ele disse que nunca poderia me falar que era pra não me perder e que sentia vergonha, mas até poderia ser, se tivesse sido só uma vez, só que foram muitas. Ele foi muito egoísta. Logo eu, tão mulher! que achava que o meu homem era um homem de verdade, macho mesmo! estou aqui me sentindo um instrumento de fachada, e mesmo assim,estou aqui,ainda com ele, frustrada, desenganada. Hoje só estou com ele por causa do meu filho, mas amor, isso eu não sinto mais. Que sacanagem. O homem que faz isso com uma mulher deveria receber um castigo muito grande de Deus.

Anônimo disse...

Sabe o que acontece conosco? apostamos em um grande amor e uma família. Também passei por isso e já há 3 meses estou fazendo terapia. Não é fácil. Acabei com o meu primeiro casamento de 20 anos em troca de um "grande amor" que eu achava recíproco. Foi uma convivência de quase 13 anos onde, literalmente coloquei uma "viseira" e acreditei que estava sendo respeitada e amada. Este meu segundo companheiro tinha um comportamento estranho: carregava até água na peneira para mim mas, ao mesmo tempo, jogava esta peneira em minha cara (isto é uma demonstração figurativa para voces, em relação à extrema gentileza e extrema falta de respeito por mim). Durante nosso relacionamento 4 pessoas diferentes me falaram que ele era viado e eu (com a minha viseira de burro), cheguei em um primeiro momento, ficar estática, sem saber o que fazer mas....mais uma vez o "meu amor" falou mais forte. Só que com passar do tempo, comecei a desconfiar que ele provocava algumas brigas, para que eu me afastasse dele. Assim, ele poderia ter a sua "vidinha" com alguma pessoa do seu mesmo sexo. Este tipo de homem USA a mulher para justificar seu posicionamento de macho perante os familiares e a sociedade mas, na realidade são viados. Quem come, dá e o termo bissexual, só apareceu para maquiar estres falsos homens que nos faz de fantoches. Procurem fazer terapia também. Deixe o corpo e a alma entranharem em sintonia. Só aí, vá à procura de outra pessoa que te respeite e te ame>

Anônimo disse...

Anonimo de 18 de abril, o seu marido te traiu com outro homem e ainda te passou uma DST!? Como assim?! Nem se deu o trabalho de usar um preservativo..isso é crime.. Você deveria processa-lo!! 2 anos de casada..pelo visto sem filhos.. Quer um conselho? Fuja deste homem..ele nao te merece.. Está sem auto estima? Entre numa academia, vá malhar esse corpinho, fazer uma dança, tente conhecer novas pessoas..Se vc esta muito dependente dele nao termine ainda, pois pode ter a humilhacao de pedir pra voltar pra esse babaca.. Va se desligando aos poucos e seja bem egoista..a hora agora é de pensar na sua felicidade. Use-o..e depois que conseguir se afastar e estiver bem consigo mesma vá atrás de outro. E não empurre esta relação com a barriga por muito tempo.. O problema é dinheiro? Paciencia..nada compra a infelicidade da passar o resto da vida com essa bixinha infiel.. E arrume amigas divertidad pra sair..vá se desligando e procurando se feliz com outras pessoas.. Largue-o sem dó e nem piedade!

Anônimo disse...

Como faco para entrar no blog aesposa.blogspot.com?

Pela Fresta disse...

Infelizmente já faz um tempo que o blog é privado. Tentei entrar em contato com A Esposa, mas ela não me respondeu. Era um excelente blog.

Anônimo disse...

Namoro a 3 anos e a mais ou menos 2 anos meu namorado me contou sobre sua experiencia homossexual. Fiquei tão chocada, e nunca imaginei que um dia passaria por isso. Nunca tive preconceito com os outros, mas, quando eu me vi nesta situação as coisas mudaram. Pedi que ele me contasse tudo e ele me contou. Acho que foi pior saber de toda verdade, mesmo o amando, muito, fiquei muito desconfiada. Fuço todas as coisas dele, as redes sociais, o telefone, fiz ele perder contato com a pessoa que ele teve esse envolvimento e confesso que depois desse tempo não consegui relaxar. Sou extremamente ciumenta por conta disso. Ele jura de pé junto que gosta é de mulher e que o que ele teve foi apenas experiencia, mas que sente atração por travestis mas só embarcaria nessa "brincadeira" se fosse comigo, alias, ele diz que topa qualquer coisa contanto que seja comigo. Agora noivamos a pouco mais de 2 meses e eu estou morrendo de medo de me casar e passar a vivenciar as diversas histórias que li nesses comentários :/

Anônimo disse...

Para a Anônima do dia 26 de maio de 2014 20:02.Amiga,se eu fosse vc,sinceramente,pensaria duas,três,quatro e quantas vezes fossem necessárias,em NÃO me casar,pois se eu tivesse essa certeza antes me afastaria,depois q casamos fica mais difícil e principalmente quando temos filhos(no meu caso tenho uma menina).Esse "fantasma" da dúvida pode te perseguir sempre.Eu ainda não tenho provas tão concretas quanto as suas,como uma confissão dele ou outra coisa qualquer,apenas venho percebendo há 1 ano,que quase sempre meu marido olha para outros homens bonitos e saradões,seja na rua,na tv ou internet,como se olhasse uma mulher bonita e gostosa,com interesse,porém,ele tenta disfarçar.Já brigamos MUITO por conta disso,pois eu acabo acusando-o,só que por não ter como provar visto que só percebo essas situações e só,fica difícil até de ter um argumento forte como um fato real para uma separação(não que esse não seja).Pois ainda o amo muito e talvez só por isso ainda não o fiz.Já li vários depoimentos aqui e em outros sites, de que os homens negam até mesmo quando não tem mais como negar,diante de provas,e vc teve a "sorte" de ele te confessar antes.Agora,cabe somente a vc decidir,porém te aconselharia procurar um terapeuta ou psicólogo para conversar e trabalhar isso bem em sua cabeça,antes de qualquer decisão.Eu vivo um dilema,antes finjo que é tudo minha imaginação e quando acontece uma situação dessas que falei,volta tudo e minha cabeça fica dando voltas,até nossa filha de dez anos já percebe o que acontece com ele.Não queira isso pra vc.Te desejo boa sorte e discernimento sobre o assunto.P.S.: também nunca tive preconceito a respeito da homossexualidade e de nada,mas ser esposa de um marido bi,é mais complicado do que pensamos.

Anônimo disse...

Para as mulheres casadas q estão expondo o q estão passando digo q SER bissexual (seja homem ou mulher) NÃO é o problema, o problema é a TRAIÇÃO que em muitos casos acontece. Sou bissexual e bem resolvido, e sou fiel, já tive algumas namoradas e fui franco dizendo no início q era bissexual; aliás já tive namoradas bissexuais. Como disse sou bem resolvido, por isso sempre respeitei o compromisso, portanto nunca trai, pois a fidelidade é tudo em um relacionamento. Lembrando q bissexualidade NÃO é sinônimo de traição; pois a traição acontece com hetero, bi, homo; assim independente da opção sexual o q importa é ser fiel com a pessoa q está ao nosso lado. Faço pensamento positivo para q as leitoras do blog q colocaram aqui o q estão passando consigam superar o mais breve possível suas agonias no relacionamento. Caso alguma mulher tenha interesse pela bissexualidade e queira manter contato é só deixar um recado aqui no blog. Atenciosamente. Fabio 40 anos solteiro int. SP

Anônimo disse...

Se as mulheres topassem fazer carícias ou mesmo penetrar seus homens (com vibradores, etc) dar esse prazer a eles, junto com elas, o mundo é bissexual, sou casado e esposa participa com ménage e aceita legal eu sendo bi.

Cristiane disse...

Boa tarde a todos.
Tbém passo por isso meu marido é bissexual digo que não é fácil. O pior é a maneira que nós mulheres ficamos sabendo que nossos maridos ou namorados curtem ficar com outros homens. A minha não foi fácil eu comecei desconfia da proximidade dele com um colega mas até eu ter certeza demorou um tempo. Meu mundo caiu nesse momento pensei que não fosse suportar a barra mas aos trancos e barrancos estou com ele até hoje, o mais difícil é a desconfiança que vem junto, antes eu confiava muito nele nunca imaginaria que ele um dia fosse ter uma relação sexual com um homem.
Fui criada de uma forma até careta e nunca imaginei que fosse passar por isso mas com isso comecei a ver os bi de uma forma diferente.
Antes pensava que isso não existisse ou era gay ou não mas não é bem assim.
Isso é um desabafo de uma mulher que nunca pensou que isso fosse acontecer na vida, gostaria de conversar com mulheres que passam o mesmo que eu, só assim conseguirei ver se agi certo na minha escolha em continuar.
Meu e-mail é fe_krystina63@hotmail.com

Anônimo disse...

Vivi e vivo caso idêntico ao teu fe_krystina63, mas aos poucos, depois dele sair de casa percebi o quanto nos amávamos e decidimos voltar para tentarmos a felicidades e conseguimos. Hoje sou muito mais feliz com a verdade que ele fala, na cama o sexo melhorou 1000% e de vez em quando saimos com casais que levam a questão de forma aberta.Nessas vezes conheci outros homens e mulheres e vi a marcada que daria me separando dele somente por ele ter omitido tudo o que gosta em matéria de sexo. Com a franqueza dele, mesmo sabendo e vendo as relações com mulheres e homens, passei a respeita-lo mais e meu amor aumentou e ele dedica a mim muito mais amor e atenção. Somos casados faz 24 anos e pensamos que assim será para sempre. Por sermos maduros (54 e 44anos) sabemos o que queremos de bom nas nossas vidas e lhe aconselho a ter conversas francas e diretas antes de tomar qualquer decisão drástica. Não perca a oportunidade de ser plena e feliz ao lado de quem ama e parece é amada.

Pela Fresta disse...

Ta aí um depoimento que mostra como é importante ter o conhecimento do(a) parceiro(a). Se ela aceita a relação, tem que tentar ser feliz com ela. Se acha que não será feliz, melhor saltar fora e procurar a sua praia. E vale lembrar que o caso da Anônima acima é um tipo de caso. Existem os bi que não irão procurar relações com pessoas de outro sexo enquanto você, homem ou mulher, o(a) satisfizer.

Anônimo disse...

Em muitos dos casos a solução para todos seria um relacionamento a 3

Anônimo disse...

Olá Anonimo
Gostei muito do seu depoimento, e estou tentando lidar com a mesma situação. Estou casada à 25 anos, temos um filho rapaz maravilhoso e à cerca de 02 anos descobri que meu marido estava me traindo com um rapaz 30 anos mais jovem que ele, pois ele foi trabalhar em outra cidade e ai acho que despertou, pois estavamos longe. O meu mundo caiu, pois sempre vivemos felizes e nos demos bem, algumas vezes já tinha pego ele olhando em sites gays, mas achei que era curiosidades, Decidi terminar a relação, ficamos 2 meses separados, ele me ligando todo dia chorando dizendo que me amava e ai ele propos que conversássemos e tentássemos ficar juntos, pois afinal tinhamos construido uma familia, Confesso que foi muito dificil, mas tentamos ficar juntos, ele chegou até ir em psicologo. Arrumamos a mudança para ficar juntos, e no meio ele teve uma recaida e saiu com ele novamente. Confesso que foi pior do que a outra vez, mas mesmo assim decidi ficar com ele e conversei com ele para enfrentarmos essa situação juntos, e até propus de fazermos menage, mas até agora não rolou. Está sendo dificil, tem dias que estou ótima até esqueço de tudo, mas tem dia que estou péssima, e penso será que estou fazendo certo, ficando com ele? Pois eu o amo muito e sempre vivi feliz com ele, deveria ser um pouco cega acho rs..rs..Na cama quando algo não dá certo já acho que é porque é comigo. Quero de verdade enfrentar tudo isso de uma boa maneira e ser feliz com minha familia e é isso que tenho tentado. Por favor me ajudem!!

Anônimo disse...

Olá,

Percebo que o tempo dos homens casados sairem do armário, dermorá-se em torno de 20 anos. Sou Casada há 23 e descobri que a pessoa que estou casada é bissexual. Encontrei uma máquina fotográfica cheia de imagens, fiquei chocada e ele apenas disse que aconteceu. Hoje fazem 2 meses e com o tempo o meu emocional piorou. Não é pela traição, mas sim pelo fato dele ter tomado uma atitude egoista, pois ele só pensou nele, não pensou como me sentiria, a doença que poderia me transmitir e a falta de respeito com a minha pessoa, pois se tivéssemos um acordo em que eu também aceitasse ou soubesse, me daria a oportunidade de poder decidir o que é melhor para mim e para ele. Estou na fase da revolta, da sensação de quando vejo um homem bonito na tv, ele também pode estar admirando. Acho desleal quando um homem procura outro homem, pois envolve pele, pegada, homens entendem melhor homem e mulher entende melhor mulher. Lí alguns depoimentos e me identifiquei. Por enquanto não consigo ter essa cabeça aberta, tendo que me adequar aos desejos dele. E os meus desejos, não contam? Ele me diz que não sabe se é tendência e que descobriu esse sentimento, eu respondo e o meu sentimento, não interessa? Pois é me separo, parto pra outra, pois agora todos os homens que olho acho que podem ser bissexuais, estou com a auto estima arranhada, mas ou sigo em frente ou simplesmente, só as vontades dele interessam. Estou confusa. Estou passando por uma psicóloga, mas saber que ele sempre sentirá desejos por outros homens, me deixa muito triste. Queria apenas ter uma vida com alguém que me valorizasse, me achasse importante em todos os sentidos na vida, e que eu satisfizesse também na vida sexual. Preciso de opiniões.

indeterminado disse...

Ola,

Realmente, não sei o que fazer...
Sou casada há 10 anos e muitas situações se passaram...
Quando casei tinha 30 anos e meu marido 45, ele já tinha tido 3 casamento e 3 filhos dessas relações, embarquei mesmo assim. No primeiro ano o sexo era meio retraído apesar de eu sempre puxar por ele, sempre eu estava inventando coisas novas...passamos tb por muitos problemas pessoais que talvez mascaram o que hoje eu vejo. A primeira coisa era que nos primeiros anos ele sempre me deixava em casa e ia para casas de alternes( boates de meninas), muitas vezes fui com ele pq ele me levava dizia gostar de la estar pois bebia seu whisk e o ambiente era excitante. Eu sempre fazia e consentia com tudo o que ele dizia para tentar perceber o que estava errado, se era eu o problema....pq o sexo entre nos era bom apesar de pouca quantidade. Eu sempre fui uma mulher muito bonita, mas isso tudo fez minha alto estima ir no fundo do posso. Depois ele começou a falar das suas fantasias, pediu para que tranzasse com outro homem para ele poder ver...eu eu sempre procurei ter uma mente aberta, fui aceitando, mas cada vez mais a minha alto estima no findo do poço. Comecei pela net a procurar casos tb ate com antigos relacionamentos meus, para ver se o problema seria eu, passei ater muitos casos...mas cada vez mais percebia que o amava e não tinha coragem de sair daquela relação. Ate que um dia ele começou a falar que tinha tesão em ver os homens sarados, com o P assim ou assado, pediu-me para sairmos com um homem que ele queria experimentar, não me importei pq seria mais uma fantasia, sempre conversamos muito....até que um dia tive todos os indícios de que ele saíra novamente com um moço que já tinha estado conosco, ele negou e nega ate hoje, mas tive a confirmação do próprio moço. Desse dia em diante morreu alguma coisa em mim...hora estava boa, ora ruim. Tive mais alguns romances ate me apaixonar há dois anos atras. Minha vida com meu marido estava um caus e so ainda estávamos juntos pq ele tinha vindo trabalhar no Brasil e eu estava em no país dele a cuidar do meu enteado que morava comigo desde bebe. Quando decidi me separar com apoio do meu novo amor, meu marido voltou correndo e disse que me amava e fez de tudo para me reconquistar, nesse momento já tínhamos 8 anos de casado e eu descobri que o amava muito e se ele iria mudar e mudar nossa vida valeria dar mais uma chance a ele....Hoje tenho 10 anos de casada, realmente nossa vida mudou muito e para melhor, principalmente o sexo e ele já tem muito mais fogo do que eu...a justificação dele e que ele não se sentia confiante se era bom para mim o suficiente, com a autoestima dele melhorada mudou muita coisa. temos uma vida ótima em todos os aspectos, ele continua a morar em outro país mas todas as vezes que estamos juntos na cama ele gosta de ver filmes gays e sempre me pede para realizar uma fantasia com ele e ele vai contando como comeu o fulano ou o travesti tal e deu o cuzinho assim ou assado, isso tb me excita, mas depois que passa fica aquela amargura no meu coração por aceitar tal situação e por sentir excitada com tudo. Já não tenho duvida de que ele sai com garotos de programa e travestis, tenho muito medo de doenças e já o avisei. mas todas as vezes ele nega tudo. Muitas vezes me faz sentir culpada pq o trai com outros homens...Temos 10 anos de casados e planejamos um filho, eu estou neste relacionamento pq amo meu marido e foi ele o homem que escolhi para viver, combinamos em todos os aspectos, mas esta situação de aceitar que ele goste de homem me deixa muito confusa, sei que preciso de terapia e psicanalise, eu ainda não encontrei tempo para fazer. E deixo bem claro que nesta relação não temos nenhuma dependência a não ser a emocional. Sou muito bem sucedida profissionalmente e economicamente e ele tb. Apesar de morarmos em países diferentes estamos juntos 10 dias todos os meses.

Anônimo disse...

ontem postei meu depoimento mas ainda não foi liberado...
alguém pode me explicar como faço para entrar no blog http://aesposa.blogspot.com/

Pela Fresta disse...

O blog agora é restrito. Já tentei entrar em contato com a administradora, mas sem sucesso. Uma pena! Era um excelente blog.

Anônimo disse...

Olá pessoal. Sou bi. Ela sabe e curte. Já aprontamos juntos com casal bi. Fantasiamos isso nos momentos íntimos de tesão. Ela também teve seus contatos bi... e sentiu prazer.Mas lendo os relatos aqui vemos que essa questão da bissexualidade é complicada para ambos... Penso que o segredo seja sempre a discrição e o sigilo...pq tá mais que sabido que não é algo bem aceito por aí. Digo isso porque nem sendo hetero(a) é bom contar por aí as aventuras...não é?! Essas ousadias sexuais quanto mais escondido melhor... não acham??
Penso que sobram apenas duas saídas: reprimir e viver como hetero(a) ou escancarar... em ambos os casos sofrendo as consequências. Parece prático... que bom se fosse!
Mas desejo sexual se confunde muito com amor, afetividade, emoção, e outras coisas boas da vida. Como equacionar tantos fatores importantes? Com serenidade. Sem exageros. Com a dose possível de compreensão. Com amor. Com decisão. Com tesão. Sem preconceitos. Com muito respeito para com a outra(o). Com sabedoria para manter isso em segredo, se for preciso. Com cumplicidade. Com disposição para entender que pode ser mesmo "só sexo bi" e com honestidade para dizer se não for. Com cabeça fria para analisar isso tudo.
Obter a cumplicidade dela(e) é bom demais... Mas pode não acontecer e a casa cair. Por isso todo cuidado é pouco. Tatear esse assunto é um bom caminho. Escancarar logo pode assustar e desesperar a mulher, como mostram alguns relatos aqui. Por isso deve-se descobrir se há possibilidade dela ou dele concordar... senão não vai dar certo. Skype e email cwbahu93@hotmail.com se alguém quiser conversar sobre isso. Espero contribuir de alguma forma.
Boa sorte a quem vive esse dilema!!!

Anônimo disse...

Meu marido é bissexual, nos conhecemos já fazem 16 anos e temos de casados 12 anos, quando nos conhecemos ele tinha 19 anos e eu 34. começamos como amigos e ele me falava sobre sua sexualidade e eu o orientava pra que ele fosse bem resolvido e vivesse em paz com sua sexualidade. Nossa relação foi se intensificando e ele quis experimentar ter relações com uma mulher...eu fui a felizarda! Bem, namoramos, casamos e temos uma relação feita de cumplicidade, amizade, companheirismo entre muitas afinidades. Porém, eu tive depressão por uns 9 anos, e durante todo esse tempo fui carregada nos ombros, no colo bravamente pelo meu jovem marido, com muito amor e dedicação, e muitas vezes somente por parte dele, pois eu estava imersa em uma dor imensa causada pela depressão. Nossa relação teve muitas desavenças também por conta da bipolaridade, tempo difíceis principalmente pra ele. Ele amadureceu, e com muito esforço hoje temos um auto padrão de vida. na época que nos conhecemos ele estudava eu trabalhava, ele tinha muito pouco dinheiro...o pai era quem bancava suas despesas, hoje ele me dá de tudo, tenho uma vida ótima com muito conforto, e faz isso tudo com muito prazer. O problema é que hoje devido a tantas desavenças por brigas, ele está desgastado e cansado, e disse com muita sinceridade que sua atração por homens aumentou, mas que tem sentimento ainda e que acha ser possível restaurar nossa relação, pois ele ainda gosta de fazer coisas simples comigo, como andar de mãos dadas, sair pra passear, conversar, coisas assim. Eu o amor imensamente por tudo que ele é e por tudo que ele representa na minha vida. Hoje eu estou conseguindo viver esse amor plenamente, porém, ele não, por conta do desgaste. Não sei o que fazer, tenho medos, inseguranças não sei que fazer...gostaria de uma opinião. Sei que agora chegou a minha vez de demonstrar meu amor e minha paciência, porém tenho depressão severa e tenho medo de não conseguir e piorar tudo outra vez!

Anônimo disse...

Nossa gente, como é triste ler tudo isso aqui. Como as pessoas se iludem, são mal resolvidas. Homens fingindo , mulheres vendo seus príncipes virando princesas ou se enganando que milagres vão acontecer. Hoje felizmente as pessoas podem assumir quem são, sem precisar enganar a si mesmas e aos seus parceiros. O problema não é ser bi, ou tri ou sei lá o que, mas sim utilizar um relacionamento de fachada, sem abrir o jogo logo no começo do relacionamento. È muita covardia não ser honesto com o outro . O enganado se sente usado, sujo, idiota. Tem sua auto estima despedaçada pelas desculpas do outro e vive em dúvida do que é a sua vida amorosa e sexual. Não adianta contar depois que já cativou a pessoa, que já teve filho, já ganhou a confiança dos familiares. Precisamos parar para fazer auto análise, terapia, leitura, sei lá... o ser humano precisa urgentemente se conhecer para não sofrer e fazer o semelhante sofrer.

Anônimo disse...

Anônimo do dia 13/09/2014, você disse tudo. Parabéns pelas palavras,basta todos colocá-las em prática. Adorei.

Anônimo disse...

também descobri que meu marido de 51 anos é bi sexual tem um relacionamento com dois homens casados e marcou com um terceiro que conheceu no facebook em menos de 24 hs

Anônimo disse...

Eu iniciei me marido nessa vida e agora me arrependo muito!!!!

Anônimo disse...

Estou desesperada. Descobri que meu marido teve relações sexuais com um amigo nosso, que também é casado. Estou infeliz. Não sei o que é pior, a traição ou a bissexualidade, que ele insiste em negar com ignorância, preconceito e grosseria. Eu sempre desconfiei, mas só agora tive certeza. Ta doendo demais, quero separar dele, mas tenho medo de me arrepender porque ele seria o marido perfeito se não fosse por isso.

Anônimo disse...

Gozado, após 16 anos de casado descobri que minha esposa, com quem tenho dois filhos, é bi. Não descabelei, não sofri, não fiz e nem farei escândalo. Sei que é um desejo dela e que em nada atrapalha a nossa vida. Muito pelo contrário, estamos a mil. De vez em quando ela sai com uma colega de trabalho e depois me conta. Normal. É algo que ela gosta. Lendo esses comentários de mulheres, fico pensando: e se fosse eu o bissexual? Aina bem que isso nunca passou pela minha cabeça, senão o mundo desmoronaria.

Pela Fresta disse...

Muito interessante seu comentário, Anônimo. E bom saber que tem a mente aberta para esse tipo de coisa. Vale para todas as mulheres que aqui postaram refletirem sobre essa questão.

Postar um comentário